Veja todas as publicações da PROTESTE em seu celular ou tablet!

Aquecedor perde certificação
Após nossa denúncia de uso de tipo de gás inadequado, Inmetro puniu fabricante do aparelho General Heat.
19 julho 2012 |

Em maio de 2011, denunciamos a fraude detectada na venda de aquecedores de água a gás da General Heater: eles não funcionaram adequadamente quando testados, por terem sido produzidos para receber um tipo de gás diferente do que o indicado.
Devido à nossa denúncia, o Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial (Inmetro) suspendeu a etiqueta do modelo de aquecedor GH 2000 comercializado pela empresa.

O Inmetro alerta para a importância em se adquirir somente produtos etiquetados e evitar o risco de aceitar conversões oferecidas por fornecedores ou estabelecimentos comerciais. Essas alterações nos aquecedores originais atentam contra os direitos assegurados pelo Código de Defesa do Consumidor. E o pior: podem colocar em risco a saúde e a segurança.

O aquecedor deve ser fabricado e ensaiado previamente para um ou outro gás, e a etiqueta e as placas afixadas no equipamento precisam conter as informações de identificação e desempenho. As conversões do GLP para GN, ou vice-versa, não são permitidas pela portaria Inmetro nº 119 de 30/03/2007, que regulamenta aquecedor de água a gás.

Para o consumidor, esse tipo de fraude induz a erro, porque a embalagem e o manual informam um tipo de gás e, com a conversão, é usado outro tipo. Com a compra do equipamento para o tipo de gás que não dispõe em casa, o aquecedor não vai funcionar e ainda haverá riscos. Para resolver o problema, o consumidor terá que chamar a assistência técnica para ajustar o equipamento ou até comprar outro.

Leia também

dúvidas
distrato
conta
onix

Deixe seu comentário()

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.