Veja todas as publicações da PROTESTE em seu celular ou tablet!

Guia de compras: fritadeiras
Confira as dicas dos nossos especialistas, saiba o que você precisa considerar na hora de comprar uma fritadeira e acerte na escolha.
31 maio 2016 |

No mercado existem muitos modelos de fritadeiras com modo de funcionamento parecidos, por isso é necessário avaliar com atenção as características e preço de cada produto antes de comprar.

Estes aparelhos são indicados para pessoas que preferem uma alimentação mais saudável e com menos gordura, mas que não querem deixar de comer batata frita, por exemplo. Um dos pontos positivos é a praticidade para preparar alimentos, de forma simples e com pouca intervenção do usuário. 

Além disso, após o preparo dos alimentos o aparelho não deixa cheiro de gordura e não suja a cozinha com respingos de óleo. Veja o que você deve considerar na hora de escolher o produto.

Características básicas: todos os aparelhos possuem coletor de resíduo, seletor de temperatura, seletor de tempo, luz indicadora de aquecimento e potência entre 1200 W e 1600 W. 

Modo de funcionamento: basta colocar o alimento dentro do cesto e escolher o tempo e temperatura para ligar o aparelho. Apenas para alguns alimentos in natura é necessário colocar uma colher

Modelos digital e analógico: as fritadeiras digitais tem um display para controlar o tempo e temperatura e nas fritadeiras analógicas os comandos são feitos através dos botões.

Consumo de energia: para realizar todas as receitas do teste os produtos não gastaram mais do que R$ 2,00. Porém, o consumo mensal depende da frequência de uso e do alimento preparado de sopa de óleo, como batata e aipim. 

 

Gostou deste conteúdo? Cadastre-se agora e receba gratuitamente informações da PROTESTE!
 

Leia também

casal-sonhando
cafe e farinha
cobertura-seguro-carro
azeite-teste-rotulo

Deixe seu comentário()

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.