Notícia

Teve produto que manchou alumínio

25 março 2011

25 março 2011

Desengordurantes testados tem fórmula muito forte e não podem ser aplicados em mármore, madeira e superfícies pintadas ou envernizadas.

Em nosso teste, avaliamos em laboratório os refis de desengordurantes de 500 ml, nas consistências líquida e gel, já que os conteúdos do refil e do squeeze (a versão mais cara) são os mesmos. Ou seja, o que varia são a embalagem e o preço. O Veja, por sinal, foi o mais caro encontrado.

Vale ressaltar que os desengordurantes em geral também são vendidos na versão spray (a mais barata) e em diferentes fragrâncias. A marca Minuano, por exemplo, é fabricada na versão Citrix (limão com laranja) e o Veja, nas versões limão e laranja.

Verificamos que todos os produtos apresentam as informações de rotulagem necessárias, como composição, lote, datas de fabricação e validade, modo de uso e telefone de emergência para caso de intoxicação. Ao aplicarmos o produto no aço inox, verificamos uma demora na secagem, com a formação de manchas, mas que desaparecem quando o processo de secagem se completa. Assim, qualquer produto testado pode ser aplicado sem receio em fogões e exaustores.

Durante a aplicação no alumínio, percebemos que a marca Pratice foi a única que manchou essa superfície definitivamente (mesmo após 30 aplicações, a mancha não foi removida). No caso do Veja, porém, depois da 21ª aplicação, a mancha foi retirada. Nenhum dos produtos, porém, danificou o acrílico.

Em geral, por terem uma formulação muito forte, os desengordurantes testados não são indicados para a limpeza de mármore, madeira, superfícies pintadas ou envernizadas e certos tipos de plástico.


Imprimir Enviar a um amigo