Como fizemos o teste

Ventilador

05 julho 2016

05 julho 2016

Como fizemos o teste

Veja abaixo quais foram os critérios utilizados para fazer o teste com ventiladores:

Acesso às partes vivas: verificamos a proteção do aparelho utilizando um dedo padrão para verificar se o usuário poderá levar um choque elétrico ou se machucar caso consiga acessar as pás rotativas do aparelho. 

Ensaio de estabilidade: colocamos os ventiladores em uma posição normal de utilização sobre um plano inclinado com um ângulo de 10º em relação ao plano horizontal, com o cordão de alimentação repousado sobre o plano inclinado na posição mais desfavorável. 

Facilidade de montagem: verificamos a facilidade de montagem do produto ao tirá-lo da caixa. 

Manual de instruções: avaliamos as informações na embalagem ou na caixa do produto sobre segurança, utilização e limpeza considerando as qualidades das figuras e se estavam próximas às informações correspondentes. 

Desempenho: medimos a velocidade do ar com a utilização de anemômetros nas três velocidades disponíveis  (alta, média e baixa). Em seguida calculamos as médias destes valores para obter o valor representativo da velocidade do ar produzido por cada aparelho. 

Eficiência: avaliamos a eficiência pela relação entre a vazão de ar e potência consumida pelo aparelho para cada uma das velocidades disponíveis. 

Ruído: utilizamos um decibelímetro (medidor de nível sonoro) no centro do motor de cada ventilador para medir o nível de ruído na velocidade máxima do aparelho durante três minutos.

Facilidade de uso: verificamos a facilidade para selecionar a velocidade, se possui espaço para guardar o cordão de alimentação, se o tamanho do cordão é suficiente para o uso correto do produto e a facilidade para fixar o ventilador na superfície. 

Consumo de energia: calculamos quanto o consumidor gastaria se utilizasse o produto durante seis horas diárias por um período de trinta dias, considerando as três velocidades.


Imprimir Enviar a um amigo