Veja todas as publicações da PROTESTE em seu celular ou tablet!

Ventilador risco de incêndio, choque e corte
Pela segunda vez, nossos testes mostraram que ter um ventilador de mesa em casa representa um grande risco
01 fevereiro 2011 |

Pela segunda vez, nossos testes mostraram que ter um ventilador de mesa em casa representa um grande risco. Em 2005, os aparelhos que testamos foram todos eliminados por questões de segurança. Agora, praticamente o mesmo aconteceu: só o modelo da Arno teve resultado aceitável, mas ainda assim para uso supervisionado.

Ou seja, não dá para dormir a noite toda com ele ligado, porque, se houver um curto-circuito, o aparelho pode pegar fogo sem que se perceba. E, para piorar, os modelos testados ventilam muito mal.

Aparelhos podem causar incêndio

A maior ameaça dos ventiladores de mesa está mesmo no perigo de causar um incêndio. Em nossos testes, submetemos o invólucro e o eixo da chave de ligar, que sustentam conexões condutoras de correntes, a um ensaio com fio incandescente a 750ºC simulando curto-circuito ou mal contato desses terminais. Resultado: em todos os ventiladores testados, essas peças pegaram fogo. Isso é inaceitável para a sua segurança.

Também podem dar choque

Além do risco de incêndio, há mais problemas com os ventiladores de mesa. Eles permitem o acesso às partes vivas do aparelho (pelas quais passa energia), podendo ocasionar choques durante a montagem, a instalação ou o uso do aparelho. Somente o Arno não apresentou esse problema.

Já o ventilador Faet possui grades muito abertas, possibilitando o acesso às suas hélices quando em movimento, inclusive pelas mãos de um adulto.

Veja mais detalhes de nosso teste, publicado na íntegra na revista PROTESTE 99.

 

Leia também

apple
abertura-BCAA
plano-de-celular
cuidado-com-liquidacoes

Deixe seu comentário()

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.