Veja todas as publicações da PROTESTE em seu celular ou tablet!

Ventiladores de teto que balançam
Com o fim do inverno, é hora de colocar os ventiladores de teto novamente para circular. 
01 agosto 2011 |

Com o fim do inverno, é hora de colocar os ventiladores de teto novamente para circular. Para quem não tem um desses aparelhos, chega o momento de pesquisar e comprar o melhor modelo para se aliviar do calor que se aproxima.

E para que você conheça a melhor opção, testamos oito modelos de ventiladores de teto de três pás com lustre. Mas, com a exceção de dois aparelhos, o resultado encontrado não foi nada animador.

Segurança elétrica falha: três marcas são eliminada.

Ventiladores de três fabricantes – Arge, Loren Sid e Tron - foram eliminados do teste por permitirem acesso às partes vivas antes da montagem, o que não deveria acontecer de forma alguma. Isso pode resultar em sérios riscos de choque elétrico ao usuário.

Risco de choque elétrico ao trocar lâmpada.

No caso do aparelho da Arge, esse perigo é até maior, podendo ocorrer até durante uma simples troca de lâmpada.

Além disso, esses ventiladores não têm um aterramento correto, o que amplia a chance de um acidente doméstico. Os outros modelos, entretanto, se mostraram seguros.

Melhor do teste e escolha certa é mais econômico e eficiente.

Também avaliamos outros itens, como facilidade de instalação, eficiência de ventilação e consumo de energia, em que descobrimos que o melhor ventilador do teste – e também a nossa escolha certa – gasta menos da metade da energia dos demais, além de ser consideravelmente mais eficiente.

Acesse esta matéria na PROTESTE 107, edição de outubro, para saber qual é o ventilador de teto que recomendamos para você, além de conferir importantes dicas de instalação e manutenção.

 

Leia também

bf-dicas
Carro andando na chuva
conta-corrente-como-abrir
falencia-fabricante

Deixe seu comentário()

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.