Galaxy 7: agora você pode comprar pela metade do preço

Se você sempre quis ter um aparelho top de linha, este pode ser o momento. Descubra aqui ao conferir os resultados dos nossos testes e as impressões de quem usa esse celular.

26 maio 2017 |
s7-celular3

O preço do aparelho Samsung Galaxy S7 vem variando bastante nos últimos tempos, em especial neste ano. Desde o início de maio, então, houve uma queda notável. Para você ter uma ideia, em janeiro, o aparelho era vendido por um preço médio de R$ 4.310 e hoje a R$ 2.159, uma diferença de R$ 2.151,01. Mas, você sabe por quê?

Isso aconteceu em função da proximidade do lançamento do Galaxy S8. E despencou de vez com a chegada do aparelho no mercado no início de maio. Atualmente, o preço mínimo do produto chega a ser menor do que R$ 1.900, ou seja, bem mais em conta para um modelo top de linha.

Se você sempre quis ter um aparelho desses, será que agora vale a pena a relação custo e benefício? Vamos ajudar você a chegar  a uma conclusão. Em primeiro lugar, saiba que, em nossos testes, constatamos que o aparelho é mesmo de boa qualidade, um dos melhores entre os 91 celulares que temos avaliado a cada lançamento no mercado. Para completar, entrevistamos seis usuários do Galaxy S7, que possuem o aparelho a mais de um mês, para descobrir quais são os pontos positivos e negativos dos aparelhos, de acordo com as suas percepções.

 s7-celular 

A maioria ressaltou a câmera do aparelho como um destaque, conforme pode ser visto em nossa análise laboratorial. Ela é uma das melhores do mercado brasileiro: são 12 megapixels, com tecnologia dual pixel e boa abertura de lente. Dessa forma, você consegue tirar fotos com qualidade em ambientes claros e escuros e ainda possui filtros no próprio aplicativo de fotos. A câmera frontal também é muito boa, mas vale lembrar que comparada a do Galaxy S8 ou iPhone 7, por exemplo, mostra uma pequena desvantagem.

Cabe ressaltar que os usuários que saíram de um aparelho muito antigo para o Galaxy S7 sentiram muito o poder do processador EXYNOS 8890 Octa, que é da própria Samsung, a memória RAM de 4GB. Para os nossos entrevistados, isso trouxe bastante rapidez na hora de usar aplicativos e, assim, deixaram aqueles desagradáveis travamentos no passado.

A tela do aparelho também foi foco de elogios. Isso porque o aparelho possui uma tela de 5,1”, roda a 1440 x 2560, gerando uma quantidade de 577 ppi. Isso significa que vídeos e fotos ficam muito mais bonitos com o contraste equilibrado da tela do aparelho. Além disso, a possibilidade de lançar mão de um cartão de memória no celular também agradou bastante um dos usuários que utilizava o Galaxy S6 Edge anteriormente.

 s7-celular-2

Alguns entrevistados afirmaram que não mudariam, atualmente, para o Galaxy S8, por conta do alto valor do aparelho no mercado, da falta de inovação e da satisfação que estão com o seu modelo atual. Porém, como tudo não são maravilhas, alguns pontos negativos foram apontados. A quantidade de 32 GB do aparelho não satisfaz, mesmo com a possibilidade de colocar o cartão de memória micro SD. Os nossos entrevistados acreditam que o aparelho poderia ser ofertado com outras quantidades de armazenamento, assim como é feito no iPhone atualmente.

Outra desvantagem abordada por um dos usuários foi a fragilidade. Ele disse que, por ser desajeitado, já deixou algumas marcas no aparelho. Isso se justifica pela traseira de vidro e as bordas de metal liso do celular, que acaba se tornando escorregadio. Agora, a pergunta que não quer calar: se pudessem voltar ao passado, será que eles comprariam de novo o Galaxy S7? Sim, sem dúvidas. Eles dizem que o aparelho atendeu, em geral, às suas expectativas. Portanto, pode valer a pena também para você.


Gostou deste conteúdo? Cadastre-se agora e receba gratuitamente informações da PROTESTE! Se você é associado e precisa de ajuda, ligue para nosso Serviço de Defesa do Consumidor pelo 0800 282 2204 (de telefone fixo) ou (21) 3906-3900 (de celular).

Leia também

economizar
onix
conta
alimentação

Deixe seu comentário()

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.