Veja todas as publicações da PROTESTE em seu celular ou tablet!

Após notificação da PROTESTE, WhatsApp adia suspensão do serviço em celulares antigos

Da lista inicial de celulares antigos que deixariam de ter acesso ao aplicativo, vários aparelhos ganharam uma sobrevida e poderão utilizar o serviço até 2020, em alguns casos. 

26 junho 2017 |
whatsapp2
Após a PROTESTE notificar pela suspensão do seu serviço de mensagens em determinados celulares, no último dia 13 deste mês, o WhatsApp aumentou o prazo de funcionamento do seu aplicativo em aparelhos antigos. A partir de agora, os usuários do Android 2.3.7 poderão continuar usando o serviço até fevereiro de 2020, porém, sem acesso às atualizações posteriores. 

WhatsApp: veja como usar no computador ou tablet

Dos aparelhos que constavam na lista inicial, apenas o Symbian S60 perderá o suporte no final deste mês (30 de junho). Os aparelhos BlackBerry OS, BlackBerry 10 e Windows Phone (até a versão 8.0) terão o serviço até 31 de dezembro deste ano. Já o Nokia S40 funcionará até o fim de 2018.

 
Suspensão do serviço desrespeita consumidor 

A PROTESTE considera que a obsolescência programada dos celulares é um desrespeito ao consumidor, restringe o direito de quem utiliza um aparelho mais antigo e fere garantias do Código de Defesa do Consumidor.

A medida de suspender ou indisponibilizar versões mais atuais do serviço afetaria 120 milhões de usuários do aplicativo, que têm direito às atualizações pois, seus celulares - apesar de antigos - ainda recebem suporte das operadoras de telefonia
 


Gostou deste conteúdo? Cadastre-se agora e receba gratuitamente informações da PROTESTE! Se você é associado e precisa de ajuda, ligue para nosso Serviço de Defesa do Consumidor pelo 0800 282 2204 (de telefone fixo) ou (21) 3906-3900 (de celular).

Leia também

preco-galaxy-s7
minimo-cartao
ranking-empresas-mais-reclamadas
plano-de-celular

Deixe seu comentário()

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.