Veja todas as publicações da PROTESTE em seu celular ou tablet!

Apple lança serviço de streaming de música, o Apple Music
Apresentado durante a WWDC, o serviço chega ao Brasil cheio de novidades e com disponibilidade para o dia 30 deste mês.
29 junho 2015 |

No dia 30 de Junho a Apple vai lançar o seu primeiro streaming de música. O serviço virá para bater de frente com o Spotify que é o líder no segmento com mais de 75 milhões de usuários sendo 20 milhões pagantes. 

 

Como será o Apple Music

novo serviço da Apple não será grátis e nem terá uma opção com poucas funções como os demais aplicativos de stream de música no mercado. A única função gratuita será a rádio Beats, que ficará disponível para todos os usuários que possuem conta na Apple. 

Os usuários vão poder testar gratuitamente o serviço nos primeiros três meses de uso. Após esses 90 dias o serviço passa a ser cobrado. Ainda não há preço definido para o Brasil, porém há especulações de que seja de US$ 4,99 para o de assinatura única e de US$ 7,99 para o familiar, que permitirá que até 6 pessoas usem o sistema ao mesmo tempo.

Interatividade ao ouvir música

O aplicativo terá várias funções e interatividade com outros dispositivos. Dentre os principais destaques:

• Você poderá controlar suas playlists; 
• Músicas podem ser baixadas para escutar off-line; 
• Acesso a qualquer música da biblioteca da Apple; 
• Conectividade com a Siri; 
• Ele promete identificar seus gostos musicais para sugerir mais músicas dos mesmos estilos; 
• Através do iCloud será possível escutar as musicas de sua playlist de qualquer dispositivo da Apple desde que estejam usando a mesma conta.

No mesmo dia a Apple vai lançar a versão 8.4 do IOS que virá acompanhado do Apple Music. Para os usuários Android a Apple já avisou que também lançará um aplicativo do serviço para a plataforma.

 
Gostou deste conteúdo? Cadastre-se agora e receba gratuitamente informações da PROTESTE!
 

Leia também

comida
prato
img-plano-saude1
preco-galaxy-s7

Deixe seu comentário()

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.