Veja todas as publicações da PROTESTE em seu celular ou tablet!

Novidades na avaliação técnica dos produtos testados pela PROTESTE
Confira as novidades sobre a avaliação técnica dos produtos testados pela PROTESTE em entrevista com Sergio Sampaio Mardirossian, Gerente de Centro de Competência de Produtos.
25 novembro 2015 |

Para a PROTESTE, a experiência dos associados na utilização diária dos comparadores de produtos é uma parte essencial dos testes.

Agora, é um fato consolidado: em conjunto com a análise técnica em laboratórios independentes, a confiabilidade da marca está incluída na avaliação da Qualidade Global dos tablets e smartphones.

Por isso, Sergio Sampaio Mardirossian, Gerente do Centro de Competência de Produtos e Serviços, explica neste entrevista o que mudou.

Integrar a participação dos consumidores na nossa atividade sempre foi um dos nossos maiores interesses. Para garantir um compromisso total com os consumidores, é preciso evoluir. Por isso, decidimos incluir a avaliação de confiabilidade das marcas nos critérios da qualidade dos nossos testes comparativos.

Cada consumidor ajuda ao informar, no questionário que enviamos por e-mail, quantas falhas teve o produto (por exemplo, na bateria ou na tela) durante um certo período.

Desta forma, o consumidor nos fornece informações importantes, que nos ajudam a determinar até que ponto uma marca é confiável.

Por que considera esta informação tão importante?

Em primeiro lugar, é quase impossível para a nossa equipe recolher este tipo de dados em um teste tradicional. Veja um exemplo: 

Para reunir esta informação, teríamos de manter uma máquina de lavar roupa no laboratório para testar o aparelho durante anos, para simular a utilização diária. Em segundo lugar, a informação vinda diretamente do consumidor é mais rica e contempla aspectos não replicáveis em laboratório.

Deste modo, a avaliação técnica do produto (feita por peritos em laboratórios especializados) é complementada com dados que chegam dos consumidores.

Esta novidade é uma revolução na nossa atividade e estamos muito satisfeitos com este avanço. Acreditamos que a opinião de cada consumidor pode ser refletida na Qualidade Global atribuída a um produto, por que a avaliação resulta na contribuição de todos.

E os resultados continuam a ser 100% independentes? Como garantir esta independência com esta inovação no método de trabalho?

Sim, sem dúvida. A independência até fica reforçada. O envolvimento dos consumidores não afeta a objetividade da avaliação que fazemos do produto. 

As classificações dos associados sobre a confiabilidade das marcas são tratadas e validadas ao nível estatístico e depois integradas nos restantes parâmetros técnicos.

 

Gostou deste conteúdo? Cadastre-se agora e ganhe acesso ao conteúdo exclusivo que reservamos para você! 

Se você é associado PROTESTE e precisa de ajuda com nosso conteúdo ligue para (21) 3906-3980.


Leia também

familia-comemorando
minimo-cartao
dúvidas
IMG-queijominas

Deixe seu comentário()

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.