Veja todas as publicações da PROTESTE em seu celular ou tablet!

Proteja seu WhatsApp: não deixe suas mensagens vazarem por aí
Já imaginou ter todas as suas conversas vazadas por alguém mal-intencionado? Saiba que, para evitar passar por uma situação como essa, basta adotar simples medidas. 
17 fevereiro 2017 |
whatsapp

Atualmente, o WhatsApp já oferece criptografia que protege o tráfego das informações na rede. Porém, tenha em mente que, ainda assim, suas mensagens podem estar em risco. Para evitar o vazamento de conversas trocadas entre você e seus amigos ou familiares, vale a pena ficar de olho nas dicas abaixo

  • Configure a verificação de duas etapas. O WhatsApp utiliza o número do seu celular como login e senha, e se alguma pessoa retirar o seu chip, ela pode ter acesso total a sua conta. Para isso aperte em configurações, depois em conta e depois em verificação em duas etapas. Com isso você colocará uma senha de 6 números e um e-mail, desta forma será necessário além do seu número de celular, a senha e seu e-mail para ter acesso as suas conversas. 
  • Bloqueie a tela do seu smartphone. Se alguém tiver acesso ao seu celular com a tela desbloqueada, ou sem bloqueio, não só a conversa do WhatsApp vai estar exposta, mas também fotos, vídeos, bloco de notas, entre outras informações. Dessa forma, é imprescindível que seu smartphone tenha bloqueio de tela. E atenção: dê preferência ao desbloqueio por impressão digital. Se o aparelho não possui essa função, opte por senha somente de números ou pelo misto entre letras e números. Evite o desbloqueio por meio de desenho ou por detecção de rosto, pois eles podem não atingir o nível de segurança adequado. 
  • Use antivírus. Usar um antivírus, além de resguardar o WhatsApp, protege os dados que você tem em seu smartphone. Por isso, não deixe de instalar um antivírus, principalmente no caso do Android, que é um sistema operacional de código aberto.
  • Aposte em um bloqueador de aplicativo. Existem aplicativos que bloqueiam o acesso aos apps presentes no celular. Há antivírus que possuem essa função.

whatsapp

  • Nunca instale apps de lojas não oficiais ou apps desconhecidos. Aplicativos de lojas não oficiais ou desconhecidos podem conter vírus. O indicado é você buscar as lojas oficiais, como o Google Play ou o App Store. Por outro lado, a Amazon é um exemplo de loja que, embora não oficial, é respeitável e garantirá a segurança dos seus aplicativos. 
  • Proteja a senha do seu iCloud ou do Google. Com ela, qualquer pessoa que estiver com o seu celular em mãos consegue desbloquear o aparelho e ter acesso aos dados ali presentes. O melhor é memorizar a senha para, assim, não ser necessário escrevê-la em algum lugar. E lembre-se: o ideal é que a senha tenha números e letras (maiúsculas e minúsculas).
  • Caso compre ou venda o celular de alguma pessoa, atenção às configurações de fábrica. No menu do celular, escolha a opção restaurar dados de fábrica. A partir dessa medida, o aparelho não terá mais nenhuma informação sua ou da pessoa de quem você comprou o aparelho. Essa medida também limpa apps que podem ser perigosos.
 

Gostou deste conteúdo? Cadastre-se agora e receba gratuitamente informações da PROTESTE! Se você é associado e precisa de ajuda, ligue para nosso Serviço de Defesa do Consumidor pelo 0800 282 2204 (de telefone fixo) ou (21) 3906-3900 (de celular).

Leia também

conta
plano-de-celular
preco-galaxy-s7
Zoom de cartão de crédito

Deixe seu comentário()

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.