Veja todas as publicações da PROTESTE em seu celular ou tablet!

Smartphones: baterias prometem não deixar você na mão
Ninguém quer se deparar, no meio do dia, com a bateria do celular totalmente descarregada, não é mesmo? Se esse é o seu caso, e você está em busca de um novo aparelho, vale a pena conferir os resultados do nosso teste. 
30 agosto 2017 |
bateria-celular
Segundo uma pesquisa realizada pela KRC Research, um dos critérios de maior peso na busca por um celular top de linha, pelos brasileiros, é justamente uma bateria duradoura. E a boa notícia constatada em nosso estudo é que há várias opções de smartphones que atendem satisfatoriamente a esse propósito. Tanto é que, dos modelos analisados, 13 se destacaram em relação à bateria.

Veja aqui o resultado completo do nosso teste

Para avaliar as baterias dos aparelhos, empregamos braços mecânicos com o intuito de simular o uso de um consumidor típico. Ou seja, alguém que, por hora, usa a Internet por 7 minutos e 30 segundos, tira cinco fotos e deixa o celular em stand-by por 47 minutos. Essa avaliação contemplou, ainda – sempre no período de 60 minutos –, navegação em aplicativos por 1 minuto e 15 segundos e ligações de 2 minutos e 30 segundos. 
A partir daí, vimos que é possível contar com o celular por mais de 33 horas de uso direto, caso do LG X Power Dual, do Motorola Moto Z Play e do Samsung Galaxy A5 (2017). É uma duração considerável, especialmente frente a vários celulares que nem sequer resistem a um dia. 

celular-tempo

mAh não significa bateria longa
Ao realizar sua pesquisa para adquirir um smartphone, uma boa dica é se atentar ao número de mAh (miliampère por hora), medida utilizada para verificar a capacidade da bateria e que, normalmente, é um indicativo  da durabilidade de energia do produto. Mas vale destacar que um mAh elevado nem sempre é sinônimo de longo funcionamento, já que o software e o hardware do dispositivo, ou seja, o sistema – e até mesmo o processador –, podem acabar influindo ainda mais no gasto do telefone. 
Nestes casos, podem existir aparelhos com mAh menor mais eficientes que outros com maior capacidade. Foi o que ocorreu neste teste, pois os dispositivos com maior mAh, o Asus Zenfone 3 Max e o LG X Power Dual, acabaram sendo superados pelo Moto Z Play, que possui capacidade inferior.  
Uma característica interessante desse modelo da LG é que ele possui uma função diferenciada que permite carregar até mesmo outros telefones por meio da carga interna. Mas, para isso, é preciso adquirir um cabo à parte. 
Avaliamos também o tempo necessário para carregar o celular. Nesse sentido, os destaques foram LG G6, Galaxy S8, Galaxy A5 2017, Motorola Moto G4 Plus e Galaxy S7 Edge. Já o mais demorado foi o Asus Zenfone 3 Max, que exigiu três horas e meia para uma carga completa, enquanto os outros demoraram menos de duas horas.
celular-carregador

20% de bateria em 15 minutos
Agora imagine outro cenário: enquanto faz um lanche à tarde na cafeteria, você precisa que seu aparelho, com a bateria nas últimas, carregue um pouco. Mas o problema é que você tem apenas 15 minutos até seu próximo compromisso. Se esse critério for muito importante, opte pelos smartphones Samsung Galaxy S7 Edge, Motorola Moto G4 Plus, Samsung Galaxy A5 2017 e Samsung Galaxy A7 2017, cujo indíce de bateria ficou acima de 20% nesse período. Surpreendentemente, o pior foi o iPhone 6S Plus, que carregou meros 8%
Todos os modelos aqui mostrados atendem bem quanto à bateria. Porém, no conjunto geral, o Galaxy S8 (com sua excelente bateria) se sobressaiu. Mas, ao optar pelo Galaxy J7 2016, nossa escolha certa, você poupa R$ 2.259 (comparação entre os preços mínimos). Com essa economia, daria para comprar quatro J7.
Veja abaixo os resultados dos celulares que se sobressaíram em relação à bateria. Para conferir as especificidades de cada um dos aparelhos avaliados em nosso teste, clique aqui
 
celular-bateria-tabela

Gostou deste conteúdo? Cadastre-se agora e receba gratuitamente informações da PROTESTE! Se você é associado e precisa de ajuda, ligue para nosso Serviço de Defesa do Consumidor pelo 0800 282 2204 (de telefone fixo) ou (21) 3906-3900 (de celular).


Leia também

remédios
babá eletrônica
falencia-fabricante
ovos-proteina

Deixe seu comentário()

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.