Veja todas as publicações da PROTESTE em seu celular ou tablet!

Guarde seus arquivos "em nuvem"
O armazenamento "em nuvem" permite acesso aos arquivos de qualquer lugar e a qualquer momento, desde que haja conexão com a internet. A PROTESTE ouviu os usuários deste tipo de serviço para descobrir a qualidade dos serviços prestados e ajudar na escolha da melhor opção.
03 julho 2013 |

A pesquisa de armazenamento de dados revelou que, dentre os brasileiros, 53% usam a nuvem para guardar arquivos.  O Dropbox e o Google Drive estão entre os serviços melhores avaliados nas versões gratuitas. O Dropbox se destacou com 76 pontos, de 100. Ele se destaca pela facilidade de uso, o layout e o compartilhamento.  Além da satisfação, o serviço foi o que apresentou menos problemas aos usuários: 13%.

O ICloud fecha o grupo dos melhores na versão gratuita. Enquanto, o SugarSync recebeu a nota mais baixa com 70 pontos. O serviço também é o que apresenta mais problemas: 22% de seus usuários alegaram ter passado por problemas com o serviço ao menos uma vez. O produto falha, principalmente, na conexão do servidor e na inacessibilidade temporária aos dados.

O que é a nuvem?

Ela permite o compartilhamento de informações e execução de tarefas direto na rede, pois usa a memória de computadores conectados pela internet. Assim, os dados são acessíveis de qualquer lugar com conexão. 

Existem serviços para armazenar seus dados em nuvem. Seis foram avaliados na pesquisa: o Google Drive, o SkyDrive, o ICloud, o Dropbox, o SugarSync e o Box. O serviço mais utilizado pelos participantes brasileiros é o Google Drive, com 30% dos usuários. O Dropbox é o segundo com 26%, seguido pelo SkyDrive com 19% dos usuários. Confira abaixo a distribuição dos serviços entre os brasileiros:

arquivos-nuvem

Vale a pena pagar?

Três serviços pagos foram avaliados: o Dropbox, o Google Drive e o ICloud. Não houve diferença relevante na satisfação do usuário. Tanto o Dropbox e o Google Drive receberam 79 pontos, enquanto na versão grátis foram 76 e 75 na classificação. Já o ICloud pago foi avaliado com os mesmos 74 pontos da versão gratuita.

A única diferença na satisfação das suas versões é na capacidade de memória. Os serviços grátis oferecem cerca de 5 GB, enquanto pode-se pagar por planos de até 1000 GB. Eles podem custar de R$ 100 a R$ 300 anuais, sujeitos a capacidade desejada. Se você pretende realizar backups e salvar documentos, veja se as versões gratuitas dão conta da sua demanda.

Leia também

comida
apple
remédios

Deixe seu comentário()

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.