Notícia

Nem todos os produtos são práticos

20 dezembro 2010

20 dezembro 2010

Tem aparelho que só funciona com um programa e outro em que é difícil ajustar o volume do som.

Nosso teste mostrou que nem sempre os aparelhos primam pela praticidade. Os da Apple são os únicos que necessitam de um programa próprio para a transferir músicas e vídeos: o iTunes.

Ou seja: não é possível fazer a transferência em outros computadores a não ser que se baixe o programa. Também só é possível apagar músicas por meio de um computador (o que acontece também nos aparelhos da Sony).

Os modelos da Logic, Xsound, Digital Life e GT Sound são muitos lentos na transferências de arquivos: eles levam mais de 2 minutos enquanto os da Apple fazem a mesma transferência em menos de 10 segundos.

Falta de displays é prejudicial

Os produtos da Logic e Xsound têm botões que são de resposta demorada. Além disso, a navegação é complicada e o ajuste de volume é inconveniente.

Os aparelhos da Logic, Digital Life, GT Sound, Xsound, iPod Shuffle e o Sony NWZ-W252 não são convenientes. O iPod Shuffle não possui display, assim como o NWZ-W252, que é um MP3-player embutido em um fone de ouvido.

Os menores produtos são o iPod Nano geração 6 e o Sony NWZ-W252. O primeiro é muito pequeno e sua tela é touchscreen, o que elimina todos os botões. O segundo produto já é embutido no próprio fone de ouvido.

Baterias duram entre cinco horas e dois dias

No teste de queda, os MP3-players Digital Life V55 e V54, Xsound Movie Cam e Logic F670 não se saíram bem. O produto da Logic quebrou e não funcionou mais depois desse teste.

O iPod Touch foi o que possui maior autonomia de bateria podendo reproduzir musicas direto mais de 2 dias. O pior foi o modelo da Xsound, que só aguentou, de maneira lastimável, cinco horas.


Imprimir Enviar a um amigo