Veja todas as publicações da PROTESTE em seu celular ou tablet!

Roteadores têm muita diferença
Nem sempre o mais caro é o que garante maior velocidade à navegação.
01 julho 2011 |

Se você busca ter internet sem fio em casa, ou no escritório, saiba que é preciso ter um bom roteador. Nem sempre prestamos atenção na qualidade deste produto, mas a escolha do modelo certo pode influenciar na velocidade da sua conexão.

Avaliamos seis modelos de roteadores wireless de 150 Mbps, levando em consideração a distância do dispositivo: curta, em outra sala e em outro andar.

O roteador deve possuir modo de operação Wi-Fi e oferecer três tipos de configurações: LAN - Local Area Network, rede restrita a uma casa ou escritório -, WAN - Wide Area Network, que alcança uma área maior, como uma faculdade - e SSID - Service Set IDentifier, é o nome da rede sem fio, que aparece nas redes listadas.

No teste, verificamos se os produtos possuíam as seguintes características:

• Potência de referência ajustável - permite que você controle a área de abrangência do sinal;

• Pré-seleção de canal - usada para selecionar o canal menos congestionado para não interferir no desempenho da sua rede - especialmente quando for usado mais de um roteador no mesmo local.

• Função URL block - serve para bloquear sites de conteúdo indesejado, como impróprio para crianças ou em ambiente de trabalho. Apenas dois dos roteadores avaliados têm essa função

• Função de restrição de acesso – impede que pessoas não autorizadas usem o seu sinal wireless.

Apesar de serem fáceis de instalar, nem todos vêm com manual de instruções. Veja a avaliação de cada um dos modelos testados, preços e desempenho na revista Proteste nº 115.

Leia também

dúvidas
conta
distrato
familia-comemorando

Deixe seu comentário()

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.