Notícia

Gradiente: consumidor não precisa esperar

24 abril 2008

24 abril 2008

Empresa admite problemas, mas não propõe alternativas de solução ao consumidor

A PROTESTE Associação de Consumidores orienta o consumidor que não está conseguindo resolver seus problemas com produtos da empresa Gradiente a fazer o seguinte:

  1. Enviar carta com Aviso de Recebimento dos Correios para a Gradiente no endereço Av Chedid Jafet, 222, Bloco A, Vila Olímpia a 04551-065, São Paulo-SP expondo o problema e solicitando uma solução imediata para o caso.
  2. Entrar em contato com a loja em que comprou o produto, com a nota fiscal em mãos, pois a responsabilidade entre os fornecedores é solidária. Caso haja algum problema, também enviar carta com Aviso de Recebimento dos Correios à loja, exigindo a solução.
  3. Exigir uma solução para o caso no prazo máximo de 30 dias. Transcorrido esse prazo, o consumidor pode exigir a troca do produto ou a restituição da quantia paga.
  4. Caso não tenha êxito, o consumidor deve procurar um órgão de defesa do consumidor, como a PROTESTE, no caso dos associados.
  5. Se preferir, pode ingressar diretamente no Juizado Especial Cível, para pedir até 20 salários mínimos sem precisar de advogado.

Caso o produto esteja fora da garantia e o consumidor esteja com problemas para localizar assistência técnica ou não tenha peças de reposição para o conserto do produto deve:

  1. Entrar em contato com a Gradiente através do SAC para localizar uma assistência técnica para o conserto do produto.
  2. Se não houver como realizar o contato ou a empresa não dispuser de peças de reposição, o consumidor deve enviar carta com Aviso de Recebimento dos Correios, solicitando o orçamento e o conserto do produto.
  3. Caso não tenha êxito, deve procurar um órgão de defesa do consumidor, como a PROTESTE no caso dos associados.
  4. Se preferir, pode ingressar diretamente no Juizado Especial Cível, se o valor do conserto ou do produto for de até 20 salários mínimos, sem precisar de advogado.

Em janeiro de 2008, a PROTESTE solicitou esclarecimentos à Gradiente sobre reclamações de associados que adquiriram produtos desta marca – aparelhos celulares, DVD players e televisores – de que os canais para contato com o fabricante não estão funcionando adequadamente. Também solicitou soluções aos problemas dos consumidores.

Em resposta, a empresa admitiu que está com problemas financeiros e pediu a compreensão dos consumidores. Afirmou que a rede de assistências técnicas autorizadas foi reduzida, bem como o horário de atendimento ao consumidor, para o período das 8h às 14h, no telefone (11) 3097-7050. Não há nenhuma iniciativa de melhoria no atendimento ao consumidor confirmada pela empresa.

Quanto às reclamações já existentes, a empresa afirmou que as atenderá futuramente e que a entrega dos conversores digitais se dará a partir do segundo trimestre de 2008, ou seja, a partir do mês de junho.

A PROTESTE, que também já deu ciência do problema ao DPDC – Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor do Ministério da Justiça – entende que a posição da Gradiente não satisfaz os interesses do consumidor. O Código de Defesa do Consumidor deve ser respeitado sob qualquer circunstância.


Imprimir Enviar a um amigo