Server Error

Veja todas as publicações da PROTESTE em seu celular ou tablet!

Consumo e Inteligência Artificial: pesquisa inédita da PROTESTE avalia nível de satisfação dos usuários

O estudo analisou critérios como: confiança, confiabilidade, regulamentação e satisfação geral dos consumidores

19 setembro 2023 |

Toda hora a gente escuta falar de inteligência artificial (IA) – para o bem e para o mal. Entre apoiadores e críticos, o ChatGPT foi um dos lançamentos que trouxe (e ainda traz) burburinho. O chatbot online de inteligência artificial desenvolvido pela OpenAI, lançado em novembro de 2022, divide opiniões.  E a PROTETE buscou compreender, neste primeiro momento, a percepção dos consumidores brasileiros em relação a ferramenta e outras aplicações das IAs.

Porque os consumidores utilizam?

A principal razão dos entrevistados utilizarem o ChatGPT é para a geração de textos – o que 68% dos entrevistados na pesquisa. Em segundo plano, os usuários buscam a ferramenta para colher informações em geral – 64%. Por fim, a possibilidade do resumo de textos muitos longos e a geração quase que instantânea de imagens – 40% e 34%, respectivamente.

Os usuários estão satisfeitos?

Os usuários, em geral, relataram ter uma experiência amigável com a ferramenta, isto é, um uso sem complicações. Por isso, a maioria dos ouvidos, disseram estar satisfeitos com o serviço prestado – o que representa 82% dos entrevistados. Facilidade no registro, boa usabilidade, confiabilidade nas respostas, eficiência na geração de conteúdo, foram aspectos ressaltados nas respostas.

Ele é mesmo uma fonte de informações confiáveis?

A maioria dos interrogados o utiliza como fonte de informação. Embora o ChatGPT gere textos e não seja o verdadeiro criador do conteúdo, 54% dos usuários o consideram uma fonte confiável, ao passo que 82% afirmam estar satisfeitos com a confiabilidade das respostas fornecidas.

Desperta curiosidade ou incentiva à preguiça?

Dos entrevistados (tanto usuários como não usuários do ChatGPT), 52% estão convencidos de que a ferramenta pode ajudar a economizar muito tempo em várias profissões. No entanto, 29% acreditam que o ChatGPT tornará as pessoas mais preguiçosas. Além disso, há quem considera que contribuirá para o aumento do desemprego (23%).

Confiar ou não confiar?

Ao falar sobre inteligência artificial em geral, cerca de um quarto de todos os entrevistados (usuários e não usuários do ChatGPT) expressaram sua preocupação de que a IA levará a mais abuso de dados privados/pessoais (26%). Os usuários da ferramenta tendem a confiar que sua privacidade está protegida ao usar a ferramenta ou sistemas semelhantes. Metade dos entrevistados que usam o ChatGPT expressam confiança moderada e 40% confiança total.

A matéria apresenta pelo Valor Investe, pode ser acessada aqui!

Conheça a PROTESTE

A PROTESTE, maior associação de consumidores da América Latina, busca melhorar as relações de consumo com dicas de economia, testes comparativos e informações sobre os direitos dos brasileiros. Nossa missão é proporcionar a melhor experiência para o consumidor e nossos associados.

Além de contribuir socialmente por meio de ferramentas educativas. A Escola do Consumo é uma plataforma que promove cursos, diálogos, experiências com o intuito de tornar suas escolhas mais conscientes e assertivas.

Visite também os nossos blogs: Seu Direito, Minha Saúde e Conecta Já.

 

.

Leia também

Deixe seu comentário()

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.