Lello Empreedimentos Imobiliários


Esta reclamação é pública

  • F. V. Para Lello Empreedimentos Imobiliários

    Pela segunda vez consecutiva estou sendo surpreendido com cobranças EXTORSIVAS de honorários advocatícios porte parte a empresa Lello Empreendimentos Imobiliários, da ordem em 10% em cota condominial em atraso a menos de 30 dias. Estive em contato por email com a Sra. Débora da unidade Mooca da Lello Empreendimentos Imobiliários na data de 12/08/2019 solicitando emissão de segunda via de boleto em atraso, uma vez que os sistemas eletrônicos que a empresa disponibiliza para isso não funcionam. A mesma informou que o boleto foi pedido a central da empresa. Ao abrir o mesmo verifiquei o lançamento de mais de 90 reais a título de honorários advocatícios. A data de vencimento do condomínio em questão foi 15/07/2019. Logo, estou a menos de 30 dias corridos em atraso. Sabe-se perfeitamente que não foi instaurado nenhum processo judicial para tal cobrança. Basta a simples emissão de um novo boleto com o juros e multas devido e ponto final. De mais a mais, num páis onde 64 milhões de famílias estão endividadas, um atraso de menos de 30 dias não se constitui em má fé, nem tampouco, acarreta ônus ou danos a nenhuma das partes. O que fica evidente é que esse parece ser um expediente bastante ardiloso que visa única e exclusivamente a obtenção de vantagem as expensas de outrem, e que não se configura em hipótese alguma em serviço prestado. Assim sendo, solicito o estorno do valor lançado a título de cobrança de honorários advocatícios uma vez que se trata de cobrança abusiva que fere o direito do consumidor e ainda se configura em dano moral.

    Descrição da reclamação

    Pela segunda vez consecutiva estou sendo surpreendido com cobranças EXTORSIVAS de honorários advocatícios porte parte a empresa Lello Empreendimentos Imobiliários, da ordem em 10% em cota condominial em atraso a menos de 30 dias. Estive em contato por email com a Sra. Débora da unidade Mooca da Lello Empreendimentos Imobiliários na data de 12/08/2019 solicitando emissão de segunda via de boleto em atraso, uma vez que os sistemas eletrônicos que a empresa disponibiliza para isso não funcionam. A mesma informou que o boleto foi pedido a central da empresa. Ao abrir o mesmo verifiquei o lançamento de mais de 90 reais a título de honorários advocatícios. A data de vencimento do condomínio em questão foi 15/07/2019. Logo, estou a menos de 30 dias corridos em atraso. Sabe-se perfeitamente que não foi instaurado nenhum processo judicial para tal cobrança. Basta a simples emissão de um novo boleto com o juros e multas devido e ponto final. De mais a mais, num páis onde 64 milhões de famílias estão endividadas, um atraso de menos de 30 dias não se constitui em má fé, nem tampouco, acarreta ônus ou danos a nenhuma das partes. O que fica evidente é que esse parece ser um expediente bastante ardiloso que visa única e exclusivamente a obtenção de vantagem as expensas de outrem, e que não se configura em hipótese alguma em serviço prestado. Assim sendo, solicito o estorno do valor lançado a título de cobrança de honorários advocatícios uma vez que se trata de cobrança abusiva que fere o direito do consumidor e ainda se configura em dano moral.

    Solução esperada

    Revisão de valores

    Documentos em anexo
    • documento-comprobatorio

Precisa de ajuda?

Nossos especialistas podem te orientar.

Ligue para 4020-7747

De segunda a sexta das 9h às 18h.