Cancelamento de assinatura

EDITORA 3 11628-BR


Esta reclamação é pública

  • E. M. Para EDITORA 3

    Venho solicitar pela quinta vez, (agora por aqui) o cancelamento do contrato número 13110387 que trata de assinatura de revistas dessa editora, no valor de R$ 958,80. Este contato foi assinado (de forma muito duvidosa e questinável) no Aeroporto de Congonhas (SP) em 08.09.2018 e já no mesmo dia, ao chegar em minha casa, tentei solicitar seu cancelamento por telefone, mas esse canal não está disponível aos finais de semana. Relacionarei abaixo os dados de todos os contatos feitos com essa editora, bem como as informações por mim recebidas: >> 10/09/2018 - 14h25 (horário BSB) - atendente Lucas me informou que não poderia efetuar o cancelamento porque meu contrato ainda não havia sido lançado no sistema. >> 17/09/2018 - 16h05 (horário BSB) - atendente Rebeca registrou minha solicitação, dizendo que até o dia 26/09 a empresa retornaria - PROTOCOLO 5955632. >> 26/09/18 recebo uma ligação de um GUSTAVO oferecendo-me cancelamento parcial ou total, sendo que para esta última opção eu deveria remeter de volta o brinde (uma mala) que eu havia recebido, com cópia do contrato dentro (o que foi feito), informando-me o endereço: Editora Três, Rua Platina, 1381, Vl. Azevedo, SPaulo, CEP 03308-010. Enviei o objeto em 01/10/2018 através do AR/PM 323172832BR, arcando com um custo de R$ 60,00, sendo que o objeto foi recebido em seu destino em 04/10/2018 Ao receber minha fatura de cartão de crédito com vencimento 11/10, para minha surpresa, sou cobrada pela primeira parcela desse contrato, no valor de R$ 79,90. Antes de pagá-la, ligo no atendimento: >> 09/11/2018 - 15h50 - Atendente Suzana me diz que o cancelamento não havia sido efetivado pq eu não havia enviado documento referente à devolução do brinde (o que não me foi solicitado em nenhum momento). Notem que eles já haviam recebido a devolução da mala há mais de um mês!!!!!!! Informei então o número da AR, que ela registrou e a encontrou no sistema. Enfim, ela me garantiu que as cobranças viriam ainda por mais uma ou duas faturas (ãhnnn?) e que na próxima o valor total do contrato viria como "crédito-extorno-ressarcimento-devolução-nãoseiqualapalavracerta" na próxima fatura e que eu não teria prejuízos, garantindo-me o ressarcimento do valor total, R$ 958,80 - PROTOCOLO 6001247. Até aí eu não havia recebido nenhuma revista, qdo uma vizinha vem me perguntar meu nome e me diz que a revista "Isto é" estava chegando na casa dela, em meu nome. Ao pegar o pacote, verifico que havia, então, um erro no meu cadastro. No meu endereço, o número da minha casa, ao invés de 682, estava 681. Apavorei-me ao saber que as revistas estavam sendo enviadas. Liguei imediatamente para a Editora: >> 18/12/2018 - 18h15 (horário BSB) - atendente Gabrielle me diz que eu não deveria me preocupar, que essas revistas não me seriam cobradas e que só haveria mais uma fatura com cobrança (??????) e daí, finalmente o ressarcimento total. - PROTOCOLO 6036958. Para minha indignação, minha fatura deste mês vem com mais uma parcela, a quinta!!!! Solicito, então, a REALIZAÇÃO DO CANCELAMENTO DESSE CONTRATO e o cumprimento de todas as promessas feitas da parte daquela Editora, com a devolução dos valores pagos por mim, indevidamente. Informo também que esse cartão está cancelado e que a empresa deverá utilizar-se de uma outra forma para a devolução desse dinheiro, e que essa forma EXISTE, conforme contato feito por mim com a administradora do cartão de crédito. No aguardo de providências URGENTES, agradeço Elaine Manzig. Campo Grande (MS) - Fone 67-99231.1570

    Descrição da reclamação

    Venho solicitar pela quinta vez, (agora por aqui) o cancelamento do contrato número 13110387 que trata de assinatura de revistas dessa editora, no valor de R$ 958,80. Este contato foi assinado (de forma muito duvidosa e questinável) no Aeroporto de Congonhas (SP) em 08.09.2018 e já no mesmo dia, ao chegar em minha casa, tentei solicitar seu cancelamento por telefone, mas esse canal não está disponível aos finais de semana. Relacionarei abaixo os dados de todos os contatos feitos com essa editora, bem como as informações por mim recebidas: >> 10/09/2018 - 14h25 (horário BSB) - atendente Lucas me informou que não poderia efetuar o cancelamento porque meu contrato ainda não havia sido lançado no sistema. >> 17/09/2018 - 16h05 (horário BSB) - atendente Rebeca registrou minha solicitação, dizendo que até o dia 26/09 a empresa retornaria - PROTOCOLO 5955632. >> 26/09/18 recebo uma ligação de um GUSTAVO oferecendo-me cancelamento parcial ou total, sendo que para esta última opção eu deveria remeter de volta o brinde (uma mala) que eu havia recebido, com cópia do contrato dentro (o que foi feito), informando-me o endereço: Editora Três, Rua Platina, 1381, Vl. Azevedo, SPaulo, CEP 03308-010. Enviei o objeto em 01/10/2018 através do AR/PM 323172832BR, arcando com um custo de R$ 60,00, sendo que o objeto foi recebido em seu destino em 04/10/2018 Ao receber minha fatura de cartão de crédito com vencimento 11/10, para minha surpresa, sou cobrada pela primeira parcela desse contrato, no valor de R$ 79,90. Antes de pagá-la, ligo no atendimento: >> 09/11/2018 - 15h50 - Atendente Suzana me diz que o cancelamento não havia sido efetivado pq eu não havia enviado documento referente à devolução do brinde (o que não me foi solicitado em nenhum momento). Notem que eles já haviam recebido a devolução da mala há mais de um mês!!!!!!! Informei então o número da AR, que ela registrou e a encontrou no sistema. Enfim, ela me garantiu que as cobranças viriam ainda por mais uma ou duas faturas (ãhnnn?) e que na próxima o valor total do contrato viria como "crédito-extorno-ressarcimento-devolução-nãoseiqualapalavracerta" na próxima fatura e que eu não teria prejuízos, garantindo-me o ressarcimento do valor total, R$ 958,80 - PROTOCOLO 6001247. Até aí eu não havia recebido nenhuma revista, qdo uma vizinha vem me perguntar meu nome e me diz que a revista "Isto é" estava chegando na casa dela, em meu nome. Ao pegar o pacote, verifico que havia, então, um erro no meu cadastro. No meu endereço, o número da minha casa, ao invés de 682, estava 681. Apavorei-me ao saber que as revistas estavam sendo enviadas. Liguei imediatamente para a Editora: >> 18/12/2018 - 18h15 (horário BSB) - atendente Gabrielle me diz que eu não deveria me preocupar, que essas revistas não me seriam cobradas e que só haveria mais uma fatura com cobrança (??????) e daí, finalmente o ressarcimento total. - PROTOCOLO 6036958. Para minha indignação, minha fatura deste mês vem com mais uma parcela, a quinta!!!! Solicito, então, a REALIZAÇÃO DO CANCELAMENTO DESSE CONTRATO e o cumprimento de todas as promessas feitas da parte daquela Editora, com a devolução dos valores pagos por mim, indevidamente. Informo também que esse cartão está cancelado e que a empresa deverá utilizar-se de uma outra forma para a devolução desse dinheiro, e que essa forma EXISTE, conforme contato feito por mim com a administradora do cartão de crédito. No aguardo de providências URGENTES, agradeço Elaine Manzig. Campo Grande (MS) - Fone 67-99231.1570

    Solução esperada

    Reembolso: R$ 399,50

    Suspensão das cobranças indevidas e devolução integral dos valores pagos

    Documentos em anexo
    Não há arquivos anexados
  • EDITORA 3 Para E. M.

    Boa Tarde, Segue anexo resposta referente ao PROTESTE - ELAINE MANZIG. Continuamos a disposição. Atenciosamente, Ana Beatriz. Sac.faleconosco@editora3.com.br SAC - Editora Três

    Boa Tarde, Segue anexo resposta referente ao PROTESTE - ELAINE MANZIG. Continuamos a disposição. Atenciosamente, Ana Beatriz. Sac.faleconosco@editora3.com.br SAC - Editora Três

Precisa de ajuda?

Nossos especialistas podem te orientar.

Ligue para 4020-7747

De segunda a sexta das 9h às 18h.