Notícia

Dicas para pais de primeira viagem

01 março 2010

01 março 2010

Veja o que você pode fazer em casos de cólica e choro, além de informações sobre higiene e o peso ideal de seu bebê

Quem tem um bebê em casa pela primeira vez pode ter uma série de dúvidas sobre o comportamento do pequeno. Por isso, nós preparamos algumas dicas que vão ajudar os pais de primeira viagem a lidar com o bebê. Confira abaixo:

  1. Dicas gerais
  2. Como limpar o bebê

Dicas gerais

A Sociedade Brasileira de Pediatria publicou recentemente um guia sobre cuidados do Bebê, onde ensina como reconhecer e lidar com o choro, regular o uso da chupeta, aliviar as cólicas, entre muitas outras coisas. Confira algumas delas:

  • Peso ideal - Em 2007, os parâmetros usados para definir o peso ideal das crianças ficaram mais rígidos. Aos 2 anos, por exemplo, a média desejada é de 11,6 Kg. Antes era 12,7kg. Essa alteração tem o objetivo de evitar a obesidade infantil. De cada 100 crianças ou jovens acima do peso, 75 serão adultos gordos ou obesos.
  • Cólica - A cólica só pode ser amenizada e não eliminada, pois está relacionada ao amadurecimento neurológico do bebê. Entre os recursos mais indicados estão as massagens abdominais e as compressas de água quente.
  • Posição para dormir - Até dois anos atrás a indicação era que o bebê dormisse preferencialmente de lado. Recentemente a Academia Americana de Pediatria determinou que o ideal é colocar o bebê para dormir de barriga para cima. Os estudos mostram que o risco de um bebê ser vítima de morte súbita é 9 vezes maior se ele está deitado de bruços. Se a criança é colocada de lado existe o risco dela sufocar em caso de vômito. De barriga para cima ela consegue tossir, chamando a atenção dos pais.
  • Choro - nunca deve ser desconsiderado. Antes de chegarem à conclusão de que o berreiro é capricho do bebê, os pais precisam se certificar se ele, para além de fome, frio ou calor, dor ou fralda suja, necessita de acolhimento. Em cerca de 90% dos casos o choro é causado por algum desconforto real. O choro por birra é mais alto e vem acompanhado de gritos.

Como limpar o bebê

Fazer a troca da fralda e a higienização de forma adequada ajuda a prevenir doenças causadas por fungos e bactérias que se proliferam na umidade e na presença de fezes e urina. De acordo com recomendações de pediatras, o ideal é trocar a fralda cerca de oito vezes ao dia, especialmente quando você notar que a criança fez xixi ou cocô.

Abaixo algumas dicas para manter seu bebê sempre limpo e seco:

  • Observe sempre se a fralda está seca, tanto de urina como de suor, e troque-a sempre que estiver suja.
  • Se for trocar uma fralda com fezes, lave o bumbum do bebê com água morna e sabão neutro. Se for urina, use lenços umedecidos ou algodões embebidos em loções próprias para higienizar o local.
  • A cada troca, limpe bem as dobrinhas, que acumulam sujeira.
  • Limpar bebês meninas requer um cuidado extra para não levar sujeira do ânus para a vagina.
  • Para evitar as assaduras, use pomadas especiais para bebês que servem de barreira entre a urina e/ou fezes e a pele.
  • Na hora de escolher o tamanho da fralda, respeite o conforto de seu bebê. Marcas de aperto nas pernas e na cintura indicam que o seu bebê cresceu.
  • Guarde as fraldas de pacotes abertos fora do saco, em local fresco, seco e limpo.
  • Descarte a fralda sempre no lixo, jamais no vaso sanitário.
  • Na hora da troca, deixe a nova fralda aberta por alguns segundos para ventilar.

Imprimir Enviar a um amigo