Mais Barato PROTESTE: Utilize nosso plugin e garanta os menores preços, nas melhores lojas!

Dicas para pais e mães de primeira viagem
A chegada do primeiro filho é uma etapa muito importante e repleta de desafios. Por isso, a PROTESTE preparou algumas dicas para ajudar os pais e mães de primeira viagem a cuidar do bebê. Confira abaixo:
26 maio 2015 |

Sociedade Brasileira de Pediatria publicou um guia sobre cuidados do Bebê, onde ensina como reconhecer e lidar com o choro, regular o uso da chupeta, aliviar as cólicas, entre muitas outras coisas. Confira algumas delas:

Peso ideal - Em 2007, os parâmetros usados para definir o peso ideal das crianças ficaram mais rígidos. Aos 2 anos, por exemplo, a média desejada é de 11,6 Kg. Antes era 12,7kg. Essa alteração tem o objetivo de evitar a obesidade infantil. De cada 100 crianças ou jovens acima do peso, 75 serão adultos gordos ou obesos.

 
Cólica Não existe uma causa exata para a cólica. As cólicas são atribuídas à associação de alguns fatores, entre eles a imaturidade dos sistemas gastrintestinal e nervoso central, que, entre outras funções, controla as contrações do intestino. 

 

Como o processo de formação e funcionamento desses mecanismos ainda não está completo, ocorrem movimentos intestinais descoordenados que acabam provocando as dores. Passados três meses, esses sistemas adquirem maturidade e as cólicas deixam de fazer parte da rotina da família.

Entre os recursos mais indicados estão as massagens abdominais, compressas de água quente e flexionar e estender as perninhas do bebê.

Posição para dormir A indicação era que o bebê dormisse preferencialmente de lado. Recentemente a Academia Americana de Pediatria determinou que o ideal é colocar o bebê para dormir de barriga para cima. 

Os estudos mostram que o risco de um bebê ser vítima de morte súbita é 9 vezes maior se ele está deitado de bruços. 

Se a criança é colocada de lado existe o risco dela sufocar em caso de vômito. De barriga para cima ela consegue tossir, chamando a atenção dos pais.

Choro - nunca deve ser desconsiderado. Antes de chegarem à conclusão de que o berreiro é capricho do bebê, os pais precisam se certificar se ele, para além de fome, frio ou calor, dor ou fralda suja, necessita de acolhimento. Em cerca de 90% dos casos o choro é causado por algum desconforto realO choro por birra é mais alto e vem acompanhado de gritos.

Escolha a melhor fralda para proteger seu bebê e seu bolso! Inscreva-se gratuitamente e economize até R$ 1.410 no primeiro ano de vida do seu bebê.

Leia também

onix
conta
colchão
Zoom de cartão de crédito

Deixe seu comentário()

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.