Notícia

Homeopatia para crianças

23 agosto 2012

23 agosto 2012

Você costuma tratar os problemas de saúde de seu filho com remédios homeopáticos? Então veja os resultados de nossa pesquisa sobre sua eficácia.

De março de 2011 a novembro de 2012, realizamos uma pesquisa para avaliar a satisfação do tratamento homeopático em crianças. O estudo foi feito em conjunto com Bélgica, Itália, Portugal, Espanha, Alemanha e França, totalizando 398 respondentes. Em cada país, foram distribuídos questionários a homeopatas que, por sua vez, os repassaram aos pais das crianças que se tratavam com eles. Os questionários foram preenchidos em duas etapas: na primeira, no início do tratamento; na segunda, seis meses depois. De acordo com os homeopatas, esse intervalo permite avaliar se o tratamento surtiu efeito ou não.

Entre as crianças brasileiras, as principais queixas que fizeram os pais as levarem à homeopatia foram: problemas respiratórios (37% dos pacientes); doenças comuns (29%), como febre, perda de apetite, doenças infantis e infecções; e problemas psicológicos (17%), como distúrbios do sono, ansiedade, dificuldades de atenção e problemas comportamentais. E, para escolherem o homeopata, 54% dos pais buscaram indicações de amigos e parentes.

Na consulta, praticamente metade dos homeopatas (48%) também prescreveu remédios alopáticos para os pacientes infantis. O restante receitou, exclusivamente, medicamentos homeopáticos. Quanto à melhora percebida no tratamento, veja quais foram os resultados em relação aos problemas mais procurados:

 

Problemas respiratórios

Piorou – 12%

Nada mudou – 39%

Ligeira melhora – 33%

Melhorou bastante – 16%

 

Doenças comuns

Piorou – 13%

Nada mudou – 30%

Ligeira melhora – 50%

Melhorou bastante – 7%

 

Problemas psicológicos

Piorou – 9%

Nada mudou – 27%

Ligeira melhora – 45%

Melhorou bastante – 18%


Imprimir Enviar a um amigo