Veja todas as publicações da PROTESTE em seu celular ou tablet!

Mochilas escolares: sobrepeso é o vilão
Confira também as nossas dicas para escolher um produto adequado ao seu filho e que evitará problemas futuros na coluna.
19 janeiro 2015 |

O excesso de peso nas mochilas escolares pode ser o grande vilão da volta às aulas. Por isso, a PROTESTE, em parceria com a Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia (SBOT), preparou um conteúdo especial que mostra como prevenir o sobrepeso nas costas de seu filho.

Confira ainda nosso vídeo e um folder que mostram, entre outras dicas, como adquirir a melhor mochila para a criançada e a melhor forma de arrumá-la.

Como evitar o sobrepeso

O peso de uma mochila contendo o material escolar não deverá exceder 10% do peso da criança que a carrega. Ou seja, uma criança que pesa 40 kg deverá carregar, no máximo, 4 kg, para evitar problemas futuros, como desvios na coluna vertebral.

Em um estudo sobre o excesso de peso em mochilas escolares realizado em 2003 pela Pro Teste, o  sobrepeso estava, na maioria das vezes, relacionado à presença de materiais como apostilas, dicionários e brinquedos desnecessários. Fique atento para checar se a criança não está carregando itens sem necessidade para todos os dias, como:

  • Brinquedos diversos;
  • Toalha;
  • Roupas e calçados extras;
  • Instrumentos musicais;
  • Diários;
  • Revistas em quadrinhos;
  • Vários cadernos distribuídos por matéria, o que poderia ser substituído por apenas um com divisórias para várias matérias, ou um fichário.

A PROTESTE reivindica

Os órgãos públicos poderiam ser mais rigorosos em relação ao peso das mochilas carregadas pelas crianças. Nossas sugestões são que:

  • As mochilas venham com orientação a respeito do uso correto, além do peso máximo recomendável para uso.
  • Os livros e apostilas poderiam ser revistos quanto ao material de que são feitos, adotando folhas de gramatura menor na confecção dos mesmos ou utilização de CDs interativos ou apostilas disponíveis em rede, evitando o uso do papel. O peso dos livros poderia fazer parte do Programa de Avaliação do Livro Didático do Ministério da Educação.
  • As escolas deveriam rever seus horários de forma que as matérias que utilizam materiais mais pesados fossem melhor distribuídas ao longo dos cinco dias de aulas semanais.
  • Uma alternativa seria usar armários individuais para que o material escolar fosse guardado, de forma que o aluno pudesse carregar para sala de aula e para casa aquilo que fosse mesmo necessário.
  • Haja uma regulamentação de âmbito nacional sobre o peso das mochilas.

Leia também

apple
remédios
comida

Deixe seu comentário()

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.