Notícia

Pulseiras do equilíbrio não fazem efeito

10 dezembro 2010

10 dezembro 2010

Produtos não oferecem nenhum benefício real e só servem para fazer você gastar dinheiro à toa.

Vendidas na Internet ou em lojas de esportes, as “pulseiras do equilíbrio”, como são chamadas no Brasil, têm cada vez mais formatos: finas, largas, adesivos, pendentes ou cartões, e custam entre R$ 49,80 a R$ 159,00. Elas dizem que estimulam energia, equilíbrio, força e flexibilidade, usando uma linguagem pseudo-científica para ganhar adeptos.

“Produtos milagrosos” como tantos outros

A publicidade destas pulseiras mistura afirmações corretas com outras sem fundamento. O corpo humano corresponde a um conjunto complexo de processos eletroquímicos gerador de energia, tal como afirmam. Mas não existe evidência científica de que as pulseiras melhorem “as funções metabólicas celulares” ou sejam “estimuladores naturais de energia”.

Isso tudo caracteriza um “produto milagroso”, que promete (mas não prova)efeitos benéficos na saúde. Mas, na maioria dos casos, limitam-se a promessas sobre efeitos subjetivos, como a força, resistência, elasticidade, equilíbrio, energia, vigor ou humor.

Superpoderes só na publicidade

A marca mais conhecida é a Power Balance, mas não é a única e conta com muitas imitações que oferecem o mesmo efeito placebo das “originais”, como a genérica brasileira Life Extreme – que chega a custar o mesmo preço da original. No efeito placebo, as pessoas têm a impressão de estar melhores não por causa do produto, mas por sua própria predisposição a esse estado.

ANVISA veta publicidade, mas só na teoria

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária publicou em setembro uma notificação às empresas que vendem o produto, proibindo menção às supostas qualidades terapêuticas.

Segundo a agência, por não ser um produto registrado, ele não pode ser vendido com a proposta de melhorar a saúde. Porém, em uma rápida pesquisa na Internet realizada no início de dezembro, três meses após a proibição, encontramos páginas de revendedores que prometem efeitos como melhoria de equilíbrio, o aumento da força, uma maior amplitude de movimentos e um bem-estar geral.


Imprimir Enviar a um amigo