Notícia

Quais academias tiveram melhor resultado?

23 janeiro 2014

23 janeiro 2014

A PROTESTE analisou no Rio de Janeiro dez estabelecimentos e descobriu que existem boas opções no mercado. Confira como foi a avaliação de cada academia e saiba quais devem ser evitadas.

Entre os 10 estabelecimentos analisados em nosso teste, a Companhia Athletica, localizada na Barra da Tijuca, destacou-se, recebendo muito bom como avaliação final. Nela, o nosso voluntário passou por uma avaliação física bastante completa. Houve ainda interesse da academia em conhecer esse novo aluno, que precisou responder a questões relacionadas ao seu histórico médico e às atividades físicas anteriormente praticadas. 

Vale destacar que essas atitudes são essenciais para a montagem de um plano de treino adequado às necessidades do cliente. As sessões de exercício também foram muito bem conceituadas, assim como a atenção destinada ao colaborador por parte dos professores.

Mas isso não significa que ela esteja livre de impasses. A Companhia Athletica não ofereceu uma sessão experimental gratuita, lembrando que essa é uma maneira do possível cliente observar se o local vai atender às suas expectativas. Para ter acesso aos preços cobrados o interessado precisa ir até o local e colher tal informação. Os valores não são divulgados pela Internet ou por telefone. Porém, adiantamos para você que, para treinar nesse estabelecimento, é necessário desembolsar uma quantia salgada: R$ 565 por mês. 

Superlotação prejudica resultado de academia 

Body Planet, Proquality, Velox, Ox e Body Tech foram avaliadas como boas. Já a Workout teve resultado aceitável, enquanto a Fórmula foi considerada fraca. Embora o preço da mensalidade da Smart Fit seja atrativo, R$ 49, fique atento, pois ela recebeu ruim como avaliação final. Um dos problemas está relacionado à superlotação. Nosso voluntário constatou que, em um determinado dia, 63 pessoas contavam, ao mesmo tempo, com a assistência de apenas um profissional. 

A XGYM também foi considerada ruim, e a principal razão para isso foi o fato de a academia ter permitido que o nosso colaborador desse início ao treino sem a apresentação do atestado médico. Além de ir contra a legislação, esse ato pode representar um risco para o aluno.


Imprimir Enviar a um amigo