Notícia

A PROTESTE reivindica eficácia de protetores solares

28 novembro 2012

28 novembro 2012

Baixa proteção será denunciada e será solicitada a padronização do índice de proteção UVA informado na embalagem.

A resolução que estabelece a proteção UVA mínima que um protetor deverá conter é uma vitória nossa, após os resultados de nosso teste de 2009. Porém, ainda não contempla a forma com que a proteção UVA precisa ser descrita no rótulo.

Solicitaremos à Anvisa, portanto, a padronização de como o índice de proteção UVA é informado na embalagem. Também iremos pedir que o prazo de validade após a abertura do frasco seja determinado.

Muitas marcas testadas não são fotoestáveis. Mas o ensaio de fotoestabilidade não é obrigatório pela legislação brasileira. Assim, solicitaremos a inclusão na legislação de ensaios que comprovem a fotoestabilidade dos filtros solares.

 Iremos denunciar os produtos que apresentaram FPS abaixo do que está no rótulo ao Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor (DPDC) do Ministério da Justiça (Senacon) e à Anvisa.  


Imprimir Enviar a um amigo