Veja todas as publicações da PROTESTE em seu celular ou tablet!

Unhas livres dos esmaltes
Lencinhos que tiram esmalte das unhas são práticos e não contém acetona.
17 janeiro 2013 |
Se você gosta de estar com a manicure em dia e adora novidades na área de cosméticos, poderá incorporar à nécessaire uma caixinha com vinte e cinco lenços umedecidos que tiram esmalte. De tamanho bem reduzido e indicada para quem quer ter sempre à mão um produto para retirar o esmalte das unhas, o produto não contém acetona.

Realizamos um teste com voluntárias, que avaliaram o desempenho dos lencinhos ao retirar esmalte branco transparente e vermelho cremoso de suas unhas. A conclusão é que o produto funciona: quase todas as voluntárias removeram o esmalte branco das duas mãos com apenas um lenço.

O esmalte vermelho, como imaginávamos, deu um pouco mais de trabalho para ser retirado. A maioria das voluntárias conseguiu remover bem as duas camadas de esmalte vermelho das duas mãos com quatro lenços. Houve quem precisou de oito e, por outro lado, quem conseguiu remover tudo com apenas dois lenços – nesse caso, a limpeza foi feita com apenas um lenço e a retirada do excesso nas laterais com outro; a secagem final foi feita com papel toalha (fica a dica para quem quiser economizar).

Segundo as voluntárias, os lenços não ressecam as unhas, não deixam pedaços de algodão e limpam mais rápido que a dobradinha algodão-acetona. Mas o produto é bastante oleoso e o cheiro forte de baunilha não agradou algumas pessoas. Mesmo após lavar as mãos, o cheiro continuou.

Apesar de aprovar o produto, a maioria das voluntárias só o compraria para utilizar em viagens e para ter na bolsa para emergências. A não substituição dos removedores atuais pelo lencinho se dá, principalmente, por causa do custo: cerca de R$ 7,00 a caixa com 25.

Leia também

onix
Zoom de cartão de crédito
alimentação
plano-de-celular

Deixe seu comentário()

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.