Veja todas as publicações da PROTESTE em seu celular ou tablet!

Análise identifica borracha perigosa
Testamos 27 itens de papelaria e encontramos substâncias tóxicas em um produto da Faber Castell.
24 janeiro 2008 |

O início do ano escolar é uma época de muitas escolhas e dúvidas. Este ano decidimos elucidar pelo menos um enigma para você: o material que as crianças usam é tóxico? Testamos a toxicidade de nove tipos de artigos de papelaria, três marcas de cada, e eliminamos uma marca de borracha por conter alto índice de uma substância tóxica.
 
Crianças têm o costume de levar tudo à boca, o que se agrava com o fato de serem elas (e os idosos) as mais suscetíveis aos efeitos de substâncias tóxicas. Além disso, elas podem ser muito criativas ou descuidadas com o uso dos objetos. Sendo assim, como tudo que é destinado a crianças, os artigos escolares precisam ser seguros. Por isso, decidimos testar borrachas, canetas hidrográficas, gizes de cera, colas, massas de modelar, tintas guache, lápis de cor e tintas corretivas que seu filho leva para a escola.
 
Caso não tenha o flash player 9.0, acesse http://www.adobe.com e baixe o plugin.  

Leia também

cobertura-seguro-carro
plano-de-celular
seminario-proteste-consumo-futuro
preco-galaxy-s7

Deixe seu comentário()

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.