Notícia

Como se prevenir de doenças de pele

05 janeiro 2012

05 janeiro 2012

Micoses são os problemas mais comuns do verão, mas você pode evitá-las com as nossas dicas.

No verão algumas doenças tornam-se mais comuns, como as micoses. O uso constante de bronzeadores e roupas molhadas por longos períodos de tempo facilitam a proliferação de fungos e disseminação de doenças.

As micoses quando superficiais e localizadas na camada externa da pele são de fácil tratamento, não trazendo riscos posteriores para a saúde. Quando a micose é mais grave e se torna profunda o tratamento é mais complexo. Por se tratar de infecção, os fungos se disseminam pela corrente sanguínea e linfática, podendo atingir órgãos internos como pulmões e intestinos e até os ossos e sistema nervoso.

Entre as micoses superficiais, a micose de praia, ou pitiríase versicolor como é chamada pelos médicos, é a mais comum.

Conhecida popularmente como pano branco, ela não é, ao contrário do que se pensa, adquirida na praia ou na piscina. O fungo causador da micose (Malassezia furfur) habita a pele de todas as pessoas, mas apenas quem já possui predisposição genética e quando submetidas a superfícies contaminadas, como areia e roupas, desenvolvem a doença.

Para quem já teve micose de praia alguma vez, é bom tomar algumas precauções. Apesar de o tratamento ser rápido, ele apenas torna o fungo inativo e, por isso, tem boas chances de voltar a se desenvolver. Sendo assim, o melhor é evitar o uso de bronzeadores e protetores solares à base de óleo, e cremes de cabelo, em excesso, que escorrem pelo corpo.

A pitiríase versicolor não é a única micose vilã do verão. Há outras micoses mais contagiosas e essas, sim, facilmente adquiridas nos banhos de praia e de piscina. São as chamadas tineas ou dermatofitoses, que podem aparecer em várias partes do corpo, como virilha, mãos, unhas e pés.

As micoses de unha, chamadas de onicomicoses, podem se manifestar de diversas formas, como unhas quebradiças ou mais espessas, duras e grossas. Estas são mais difíceis de curar em razão do tratamento demorado. Uma forma de contágio comum da micose de unha é o uso de alicates e outros materiais de manicure contaminados, portanto leve seu próprio material quando for fazer as unhas.


Imprimir Enviar a um amigo