Notícia

Dez dicas de uso de repelentes para a pele

10 dezembro 2015

10 dezembro 2015

Confira as dicas da PROTESTE de uso de repelentes para se proteger de doenças transmitidas por insetos como dengue e zika vírus.


Para se proteger de doenças transmitidas por insetos, como dengue e zika vírus a PROTESTE preparou uma lista com dez dicas de uso de repelentes. Confira:


1- Aplique o repelente nas zonas expostas do corpo e na roupa, caso o tecido seja fino, e sempre na dose recomendada no rótulo;


2- Siga sempre as instruções de uso do produto;


3- Use apenas a quantidade de repelente suficiente para cobrir as zonas expostas da pele;


4- Reaplique o repelente de acordo com o informado no rótulo (geralmente a cada 2 horas);


5- Para aplicar o repelente na face, primeiro aplique-o nas mãos e depois espalhe o produto cuidadosamente no rosto. Não aplique o produto nos olhos, narinas ou boca.


6- Não aplique o produto sobre feridas ou pele irritada;


7- Não economize ao aplicar o repelente. A ação de um repelente limita-se a quatro centímetros;


8- Evite roupas escuras e agarradas ao corpo. Dê preferência para roupas claras, compridas e largas. Se usar roupas curtas aplique o repelente nas pernas e pés;


9- Evite perfumes com fragrâncias adocicadas e frutais, pois podem atrair insetos e inibir a eficácia do repelente;


10- Caso suspeite de qualquer reação adversa ou intoxicação, lave a área exposta e entre em contato com o serviço de intoxicação. Se necessário, procure serviço médico e leve consigo a embalagem do repelente;


E, ainda, confira os resultados do teste de repelentes.


Gostou deste conteúdo? Cadastre-se agora e ganhe acesso ao conteúdo exclusivo que reservamos para você! 

Se você é associado PROTESTE e precisa de ajuda com nosso conteúdo ligue para (21) 3906-3980.


Imprimir Enviar a um amigo