Notícia

Outubro Rosa - Mês de conscientização sobre o câncer de mama

30 setembro 2016

30 setembro 2016
Saiba mais sobre os sintomas, causas, prevenção e os fatores de risco que podem contribuir para o surgimento da doença.

Outubro Rosa Mês de conscientização sobre o câncer de mama

outubro-rosa
Neste mês, celebra-se o Outubro Rosa - um movimento popular que é internacionalmente conhecido e lembrado em todo o mundo, que tem como objetivo reforçar a conscientização sobre a importância da prevenção e tratamento do câncer de mama. O nome da campanha faz referência à cor do laço (rosa) que simboliza, mundialmente, a luta contra o câncer de mama e estimula a participação da população, empresas e entidades. 

O câncer de mama é o crescimento descontrolado de células da mama que adquiriram características anormais, causadas por uma ou mais mutações no material genético da célula. A doença ocorre quase que exclusivamente em mulheres, mas os homens também podem ter câncer de mama.

Sintomas 
Os principais sinais e sintomas do câncer de mama são:

- Caroço (nódulo) fixo, endurecido e, geralmente, indolor;
- Pele da mama avermelhada, retraída ou parecida com casca de laranja;
- Alterações no bico do peito (mamilo);
- Pequenos nódulos na região embaixo dos braços (axilas) ou no pescoço;
- Saída espontânea de líquido dos mamilos.

De forma a identificar possíveis alterações nas mamas, fazer o autoexame regularmente é muito importante. Caso a mulher perceba quaisquer alterações persistentes, deve-se procurar imediatamente um serviço para avaliação diagnóstica. No entanto, tais alterações podem não ser câncer de mama.


Hábitos saudáveis ajudam a prevenir 
Não existe uma causa única para o câncer de mama, mas a idade é um dos mais importantes fatores de risco para a doença. Cerca de quatro em cada cinco casos ocorrem após os 50 anos. O câncer de mama de caráter genético/hereditário corresponde a apenas 5% a 10% do total de casos da doença. 
vida-saudável
Estima-se que 30% dos casos de câncer de mama possam ser evitados quando são adotadas práticas saudáveis como: Praticar atividade física; Alimentar-se de forma saudável; Manter o peso corporal adequado; Evitar o consumo de bebidas alcoólicas; Amamentar.


Fatores podem influenciar no surgimento da doença
Apesar de não haver uma causa única, alguns fatores estão relacionados ao câncer de mama. A presença de um ou mais desses fatores de risco, porém, não significa que a mulher terá necessariamente a doença. Veja quais são eles:

• Fatores ambientais e comportamentais
- Obesidade e sobrepeso após a menopausa;
- Sedentarismo (não fazer exercícios);
- Consumo de bebida alcoólica;
- Exposição frequente a radiações ionizantes (Raios-X).

• Fatores da história reprodutiva e hormonal
- Primeira menstruação (menarca) antes de 12 anos;
- Não ter tido filhos;
- Primeira gravidez após os 30 anos;
- Não ter amamentado;
- Parar de menstruar (menopausa) após os 55 anos;
- Uso de contraceptivos hormonais (estrogênio-progesterona);
- Ter feito reposição hormonal pós-menopausa, principalmente por mais de cinco anos.

• Fatores genéticos e hereditários
- História familiar de câncer de ovário;
- Vários casos de câncer de mama na família, principalmente antes dos 50 anos;
- História familiar de câncer de mama em homens;
- Alteração genética, especialmente nos genes BRCA1 e BRCA2.



Gostou deste conteúdo? Cadastre-se agora e receba gratuitamente informações da PROTESTE!


Imprimir Enviar a um amigo