Notícia

OxyElite Pro e Versa 1 podem causar hepatite

12 dezembro 2013

12 dezembro 2013

Consumidores que fizeram uso dos suplementos com DMAA na composição devem ficar atentos a possíveis efeitos colaterais. 

A Organização Mundial de Saúde (OMS) atualizou novamente as informações sobre os casos em diversos países de hepatite aguda não viral associada ao uso de suplementos alimentares da marca OxyElite Pro e Versa 1. No Brasil, a Anvisa emitiu no começo do mês de novembro o segundo alerta sobre os casos da doença relacionadas ao consumo destes compostos emagrecedores, antes já proibidos no país por utilizar substâncias não autorizadas na fórmula.  

Nos Estados Unidos, por exemplo, foram confirmados em novembro 62 casos da doença com um óbito, um transplante e diversos pacientes com a necessidade de transplantes.

A proibição ocorre por que na sua fórmula existem substâncias que não são seguras para o consumo como o DMAA (Dimethylamylamine), que pode causar dependência, disfunções metabólicas, insuficiência renal, falência do fígado, problemas cardiovasculares, alterações do sistema nervoso e até a morte. Apesar da proibição o produto ainda é comercializado na Internet oferecendo riscos aos usuários desinformados.

Em muitos sites o anúncio do produto garante uma diminuição de peso saudável entre 5kg e 10kg de gordura ao longo do primeiro mês de uso e promete a eficácia dos resultados no longo prazo. Porém, não se engane. Se você utiliza estes compostos interrompa o uso imediatamente e procure orientação médica.

Lembre-se, para alcançar os benefícios de uma atividade física é preciso ter uma alimentação balanceada, de acordo com a composição corporal e os objetivos desejados. Para isso, é fundamental programar uma dieta antes, durante e após os exercícios.

Confira no artigo ao lado as dicas da PROTESTE sobre nutrição esportiva e fuja dos erros na hora de malhar. 

Fontes:

FDA

ANVISA


Imprimir Enviar a um amigo