Notícia

Poderiam ser mais resistentes

22 fevereiro 2011

22 fevereiro 2011

Seis preservativos estouraram antes da hora e duas marcas apresentaram furos.

Para detectar furos que possam deixar passar esperma ou vírus e bactérias, testamos 315 exemplares de cada modelo. A tecnologia de produção atualmente utilizada ainda não nos garante a ausência total de furos numa série (lote) produzida. Encontramos furo em um exemplar das marcas Lovetex Tradicional e Prosex Tradicional.

Pela legislação em vigor no Brasil, até dez camisinhas, numa amostra de 315, podem estourar em um teste antes de atingir as especificações. Algumas marcas estouraram em nosso teste antes de alcançar o volume mínimo: Prosex Tradicional, Elite e a distribuída pelo Ministério da Saúde (uma amostra de cada), Jontex embalagem preta (quatro), Eros (cinco) e Prosex Slim (seis).

Vale frisar que os produtos mais finos não apresentaram diferença daqueles com espessura tradicional, o que mostra que é possível produzir produtos muito finos e confortáveis mantendo uma boa qualidade.


Imprimir Enviar a um amigo