Veja todas as publicações da PROTESTE em seu celular ou tablet!

TDAH: como a escola pode ajudar
Após avaliar o maior obstáculo do aluno com o transtorno do déficit de atenção e hiperatividade (TDAH), o professor pode seguir algumas dicas
29 novembro 2011 |

• Use recursos como listas de tarefas e quadros de aviso.

• Converse com a criança e seus pais sobre o método mais fácil de estudo em casa. Proponha formas de estudos “diferentes” até encontrar a mais adequada.

• Evite ambientes com estímulos externos, como música. A sala de aula deve só ter elementos necessários. Murais com muitas informações devem ficar nos corredores. 

• Sente a criança numa área com menos distrações e perto do professor.

• Evite instruções extensas e provas com enunciados longos. Deixe espaço entre as perguntas e seja claro nas instruções.

• Dê mais tempo para acabar os testes.

• Peça que os alunos repitam alternadamente as instruções, aumentando a atenção de todos.

• Use objetos para estimular o interesse.

• Mostre entusiasmo pela próxima lição.

• Atividades em duplas estimulam o envolvimento.

• Use recursos sonoros como sinos e bater palmas.

• Desenhe para explicar melhor. Estimule o aluno a fazer o mesmo.

• Use softwares motivadores para habilidades específicas e fixação (os que dão feedback e autocorreção).

• Alterne trabalhos intelectuais, como leitura, com os que exigem maior energia.

• Organize as aulas para que atividades que exigem mais concentração sejam feitas no início do dia/aula. Provas não devem ficar para o final do dia/aula, pois podem prejudicar os alunos (especialmente os com TDAH).

• Conscientize os alunos com TDAH de que seu comportamento impulsivo pode prejudicar todos. Eles precisam saber que interromper o professor ou as atividades pode ser muito improdutivo. Isso deve ser feito individualmente e sem culpá-los.

• Dê instruções positivas, que mostrem à criança o que deve ser feito e evitem que ela pare a atividade. 

• Regras como levantar a mão em vez de gritar podem ser afixadas em lugares visíveis.

• Aumente a comunicação com os pais. Informe-os das datas de testes ou de atrasos na entrega dos trabalhos.

• Estabeleça uma relação de apoio com o aluno. 

• Recompense progressos em vez de esperar pelo comportamento perfeito.

 

Leia também

mulher sorrindo
economias
plano-de-celular
minimo-cartao

Deixe seu comentário()

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.