Notícia

Seguros para se proteger de enchentes

17 dezembro 2014

17 dezembro 2014

Se você mora em um local sujeito às inundações típicas do verão, pagar a mais por coberturas para seu carro ou sua casa pode lhe poupar prejuízos.

As enchentes causadas pelas chuvas são uma realidade no período do verão. Mas os prejuízos podem ser reduzidos por um seguro auto ou residencial.


Evite trechos alagados

Proprietários de carros que morem em locais sujeitos a alagamentos devem considerar uma apólice, que cobrirá os riscos de submersão total ou parcial do veículo, garantindo a indenização. 

Para evitar problemas com a seguradora:

  • Não siga por trechos alagados, já que a agravação do risco é o principal motivo alegado por elas para não pagar a indenização;
  • Ligue imediatamente para informar o ocorrido;
  • Não faça reparos no veículo, pois a seguradora fará uma vistoria para verificar os danos e enquadrá-los como totais ou parciais.

Enchente_carro


Seguro auto: dano total deve ultrapassar 75% da garantia
Para a perda ser total, os prejuízos devem superar 75% da garantia, embora algumas seguradoras considerem o fato de a água ter atingido partes que gerem danos irreversíveis ao veículo. A indenização é integral, isentando o pagamento de franquias.

Já no dano parcial é preciso arcar com os custos até o valor do contrato.

A PROTESTE oferece um exclusivo comparador de seguros de automóveis, com as melhores coberturas e preços. Por que você não experimenta?

COMPARAR SEGURO AUTO


 
Contrate residencial se morar no térreo e em lugar que alague

Nos seguros residenciais, a cobertura básica é de incêndio, raio e explosão, excluindo danos por enchentes.

Mas pode-se contratar coberturas adicionais para prejuízos pela entrada de água na moradia, como os causados por trombas d’água ou inundações de rios. A indenização é assegurada.

  • Considere pagar um pouco mais pelo seguro residencial se morar no térreo e em áreas que costumam inundar. Mas dispense se viver, por exemplo, no 3º andar.
  • Comunique logo à seguradora, para avaliar os prejuízos cobertos.
  • Para evitar surpresas, leia com atenção o contrato e conheça as coberturas incluídas e excluídas.



A PROTESTE lhe orientará se você não receber sua indenização
Se passar por isso e não receber a indenização a que tem direito, denuncie no site (www.susep.gov.br) da Superintendência de Seguros Privados (Susep) ou entre em contato conosco, em www.proteste.org.br.


Imprimir Enviar a um amigo