A PROTESTE reivindica instruções para as malas
A PROTESTE reivindica que as malas passem a ser comercializadas com um manual de instruções adequado para facilitar o uso do produto, já que os modelos avaliados possuem apenas um pequeno informativo sobre as travas.
06 junho 2014 |

De acordo com o Código de Defesa do Consumidor, o manual de instruções de um produto está relacionado ao dever básico de informação. O manual deve conter informações corretas, escritas de maneira clara, precisa, didática e em língua portuguesa, mesmo que o produto seja importado, com ilustrações demonstrando as etapas para utilização e conservação do produto, além de todas as suas características (cor, modelo, tamanho, etc.). 

Nenhuma mala testada possuía material informativo que se caracterizasse como manual de instruções. No máximo,  havia dicas vagas, sem mencionar como usar o cadeado ou o sistema de fecho. 

Por essa razão, solicitamos aos fabricantes, aos Procons de São Paulo e Rio de Janeiro e ao Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor que as malas passem a ser comercializadas com um manual de instruções adequado. Pedimos, também, que ele seja disponibilizado nos sites das empresas para consulta de quem já possui as malas.

Leia também

remédios
apple
Mais-barato-PROTESTE2

Deixe seu comentário()

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.