Veja todas as publicações da PROTESTE em seu celular ou tablet!

Server Error

Em até um ano, quem comprar uma passagem aérea de uma companhia brasileira saberá, na hora de escolher o voo, o espaço disponível entre a sua poltrona e a da frente.Em Consulta pública da qual participou no ano passado, sobre a concessão de etiqueta e do Selo ANAC, a PROTESTE Associação de Consumidores reivindicou que a classificação fosse obrigatória para todas as companhias, e foi atendida.

Para a PROTESTE, a Etiqueta e o Selo ANAC garantirão o direito à informação do consumidor, por isso defendeu que a adesão não fosse voluntária como previsto inicialmente. Garante-se assim também o direito ao conforto e à saúde do consumidor, que poderá optar por comprar sua passagem aérea em uma empresa que tenha aeronaves com maior distância entre as poltronas do que outras.

A Classificação irá de "A" (maior distância) a "E" (menor). Estão dispensados da regra voos em aeronaves com menos de 20 assentos e que não sejam brasileiras. Haverá multa para as que não se adaptarem.

A indicação do espaço útil para o passageiro será feita por meio de uma etiqueta que classificará a aeronave utilizada em cinco tipos, de "A" (maior distância) a "E" (menor).

Agora, com a etiqueta, o passageiro poderá escolher entre as aeronaves com melhores poltronas para voar e privilegiar voos mais confortáveis.

A etiqueta "A" indicará distância entre as poltronas -medida entre a almofada de apoio das costas de um assento e o assento da frente- maior que 73 cm. A "E", o espaço menor que 67 cm. Todas as medidas se referem à classe econômica.

De acordo com a agência, uma medição feita em 2009 indicou que as principais companhias operavam aviões com distâncias entre 55,7 e 78 cm. A medida glúteo-joelho dos brasileiros, na média, fica entre 55 e 65 cm, ainda segundo a Anac.

A agência afirmou que não sabe ainda quantas aeronaves ganharão o selo de melhor espaço, mas que devem ser poucas as tipo "A". As companhias terão seis meses para apresentar a medição à Anac.

As determinações da etiquetagem e do selo estão na Resolução nº 135,  publicada dia 9 de março. As empresas terão até setembro desse ano para enviar os documentos à ANAC. Após sua classificação, terão mais 180 dias para alterar os respectivos sistemas de reservas e vendas de passagens com vistas ao fornecimento da informação sobre a faixa da Etiqueta atribuída à aeronave prevista para realizar cada um dos voos comercializados.

Toda aeronave classificada na categoria A receberá o Selo ANAC que atesta o melhor espaço útil oferecido no mercado. Veja os modelos:

Baixe agora!

 

Leia também

apple
remédios
comida

Deixe seu comentário()

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.