Notícia

Aeroportos brasileiros falham na segurança

19 maio 2014
Aeroporto

19 maio 2014

Com a iminente Copa do Mundo, visitamos esses locais em todas as cidades-sedes do evento. E testemunhamos muito despreparo, improviso e situações que representam riscos para os passageiros.

Visitamos os aeroportos das 12 cidades-sedes do Brasil na Copa do Mundo, inspecionando principalmente sua segurança e suas condições de higiene. E o nosso veredito é preocupante, com muitos desses estabelecimentos em estado caótico e improvisados devido às obras, algumas das quais não estarão concluídas mesmo durante a Copa.   

De norte a sul do país, vimos que a maioria dos aeroportos tem sinalização e saídas de emergência falhas, às vezes até inexistentes.  Extintores também são itens de difícil acesso nos aeroportos Deputado Luís Eduardo Magalhães (Salvador), Juscelino Kubitschek (Brasília) e Salgado Filho (Porto Alegre).


Saída de emergência em Porto Alegre tem acesso fechado

Outra ameaça à segurança que constatamos foram as várias situações de obstruções de equipamentos, de vias de passagem e, mais grave ainda, de saídas de emergência, caso dos aeroportos Salgado Filho (Porto Alegre), Pinto Martins (Fortaleza) e Eduardo Gomes (Manaus).

Já nos de Manaus, novamente, e Belo Horizonte (Confins) as áreas das obras são abertas e de livre acesso a qualquer pessoa, representando riscos.


Natal tem risco de acidente grave para crianças

O Aeroporto Augusto Severo, de Natal, tem um vão entre a escada rolante e o guarda-corpo do primeiro piso, espaço suficiente para uma criança passar por ele. Isso recorda o incidente ocorrido em janeiro, no Aeroporto Galeão, do Rio de Janeiro, quando uma menina de três anos caiu de um local parecido, despencando de uma altura de sete metros e se machucando com gravidade.


Banheiros com instalações antigas e aspecto sujo

Observamos também que, embora sejam, em sua maioria, limpos, os banheiros dos aeroportos de Fortaleza e Rio de Janeiro (Galeão) têm aspecto sujo e são antigos, precisando de modernização. 


Pedimos interdição dos espaços perigosos

É inadmissível que, às vésperas da Copa do Mundo, o usuário ainda se depare com falhas de infraestrutura nos aeroportos brasileiros, colocando em risco a segurança. Por isso, a  PROTESTE está pedindo a interdição de espaços que coloquem em risco a segurança ou saúde dos viajantes. Foram enviados ofícios a Infraero, Agência Nacional de Vigilância Sanitária e corpos de bombeiros para que sejam tomadas medidas corretivas em caráter de urgência.


Imprimir Enviar a um amigo