Veja todas as publicações da PROTESTE em seu celular ou tablet!

Conar acata pedido da PROTESTE
Hyundai terá que alterar publicidade de veículo Vera Cruz informando que acessórios que aparecem em anúncio são opcionais.
05 junho 2008 |

O Conselho Nacional de Auto-Regulamentação Publicitária (Conar) acatou pedido da PROTESTE e opinou, por unanimidade, pela alteração da publicidade enganosa do veículo Vera Cruz amplamente veiculada pela Hyundai, por anunciar itens não disponíveis no veículo. Mas ainda cabe recurso.

A recomendação do Conar foi para que o anunciante altere o anúncio informando que os itens listados fazem parte apenas da versão completa (top de linha) ou que os destaque como itens opcionais. No anúncio constam três acessórios que não acompanham o veículo de linha: bancos elétricos de couro Premium com ajuste de memória; faróis de xenon multifoco HID; CD Player com disqueteira para seis CDs e MP3.

A PROTESTE apurou que o anúncio publicado na mídia brasileira foi traduzido do veiculado no mercado internacional, sem qualquer alerta quanto aos acessórios. No site da empresa já consta como opcionais no Vera Cruz: bancos elétricos de couro Premium com ajuste de memória; D; CD Player com disqueteira para seis CDs e MP3. Mas os faróis de xenon multifoco ainda aparecem como item de série.

A PROTESTE avalia que a alteração no anúncio não isenta a empresa de cumprir a oferta no caso de todos aqueles que compraram o carro antes, acreditando na publicidade que informava que ele viria com todos esses itens.

A orientação da Associação para aqueles que foram lesados pelos anúncios é o ingresso na Justiça solicitando a execução forçada do prometido na publicidade sem ônus ao consumidor, conforme o artigo 35 Código de Defesa do Consumidor, ou a devolução dos valores pagos a parte naqueles acessórios.

O artigo 30 do CDC determina que toda informação ou publicidade, suficientemente precisa, veiculada por qualquer forma ou meio de comunicação com relação a produtos e serviços oferecidos ou apresentados, obriga o fornecedor que a fizer veicular ou dela se utilizar, e integra o contrato que vier a ser celebrado.

Esta foi a segunda vitória da PROTESTE em relação a propaganda enganosa no último mês. A primeira foi no caso do “Trio Telefônica”, que também teve de alterar a publicidade. A entidade se mantém alerta para possíveis publicidades enganosas, e, além disso, disponibiliza um canal para que os consumidores denunciemos abusos, pelo e-mail: institucional@proteste.org.br. A PROTESTE averiguará as denúncias e, se for o caso, tomará as medidas cabíveis.

 

Leia também

bf-dicas
casal-sonhando
apple
Presente para pai

Deixe seu comentário()

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.