Notícia

Consulta pública para copos mais seguros

29 junho 2010

29 junho 2010

PROTESTE constatou falta de qualidade do produto e havia pedido providências ao Inmetro.

A má qualidade dos copos plásticos descartáveis constatado em teste feito pela PROTESTE Associação de Consumidores (divulgada em fevereiro de 2010), levou a entidade a oficiar o Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial (Inmetro) e o Ministério Público Federal de Goiás, pedindo providências por colocar em risco a segurança do consumidor.

No caso do MP de Goiás há uma ação civil pública em tramitação questionado a falta de qualidade desses produtos.Agora o Inmetro colocou em consulta pública certificação compulsória para o produto. Justamente o que a PROTESTE requereu: que a certificação dos copos se tornasse obrigatória, e que houvesse maior fiscalização para o consumidor ter um copo de plástico mais seguro, que não rasgue, deforme ou derreta quando receber café fervendo, por exemplo.

Pela proposta em discussão até 19 de julho, os fabricantes terão prazo de 18 meses para se adequarem e os produtos sem certificação poderão ser comercializados por 36 meses. Para os copos descartáveis importados, as novas regras valem em 18 meses. Em breve, todos os copos deverão ter um selo que vai atestar a qualidade do produto.

Atualmente é voluntária a adesão a norma para fabricação dos copos de plástico descartáveis, baseada em regras da Associação Brasileira de Normas Técnicas.

Sugestões de consumidores para a definição dos critérios de certificação do produto podem ser enviadas por meio do site do Instituto (www.inmetro.gov.br).

Das seis marcas de copos plásticos testados a PROTESTE constatou que quatro trazem menos matéria-prima do que deveriam, sendo menos resistentes.

E pior: apesar de estarem fora das especificações, dizem nos rótulos que cumprem a norma de produção, induzindo no consumidor uma falsa sensação de que ele estaria comprando um produto de qualidade. Um traz até selo de certificação do Inmetro.


Imprimir Enviar a um amigo