Notícia

Faça as contas e controle os boletos

24 novembro 2010

24 novembro 2010

Se você comprar à vista, peça desconto de pelo menos 10%. Caso parcele, veja se um empréstimo no banco vale a pena.

É necessário ficar bem atento na hora de pagar suas compras. Na correria típica de fim de ano, as lojas podem confundir valores e formas de pagamento escolhidas. Veja nossas dicas e saiba como driblar esses inconvenientes.

  • Peça desconto e pechinche para pagar 10% a menos em compras à vista.
  • O financiamento da loja pode sair mais caro do que você obter um empréstimo pessoal no seu banco e pagar o valor à vista na loja.
  • Nas compras à prazo, conheça todas as condições. As lojas ou as financeiras costumam omitir o cálculo do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF), e a Taxa de Abertura de Crédito (TAC).
  • Exija a apresentação do custo efetivo total (CET). Este é um percentual que considera, além do preço do produto e da taxa nominal de juros, todas as outras taxas que efetivamente serão pagas.
  • Muitas lojas oferecem longos planos de pagamento, mas mesmo neles os juros não deixam de ser aplicados.
  • Para não perder o controle do orçamento, anote cuidadosamente todas as compras feitas e o número de parcelas que serão pagas em cada mês.
  • Fique atento aos empréstimos vinculados à folha de pagamento. Esses planos podem ser cômodos, mas tiram sua autonomia e podem comprometer o orçamento familiar.
  • Pagamentos feitos antes do vencimento devem ter descontos proporcionais aos juros aplicados.
  • Sempre que emitir cheques pré-datados, tome o cuidado de anotar o valor, o motivo da emissão, e a data em que eles serão descontados. Se o seu cheque for apresentado antes da data combinada, você poderá entrar com uma ação contra o estabelecimento pedindo que ele se responsabilize pelos danos causados pela apresentação fora do prazo combinado.
  • Cartão é igual a dinheiro. Não aceite preços diferentes para as duas formas de pagamento.
  • Para pagar com cartão de débito, o cuidado maior deve ser com a senha. Escolha números que não possam ser facilmente descobertos.
  • Não perca de vista o seu cartão: acompanhe o funcionário até a máquina de débito. Evite que pessoas estranhas fiquem muito próximas quando você estiver digitando.

Imprimir Enviar a um amigo