Notícia

PROTESTE apoia Alana e critica Conar

12 julho 2011

12 julho 2011

Associação lamenta desrespeito de conselheiros que ironizaram a reclamação contra brinquedo do McDonald’s, em lugar de avaliá-la com isenção.

A PROTESTE Associação de Consumidores apoia denúncia feita pelo Instituto Alana ao Conselho de Autorregulamentação Publicitária (Conar) contra a rede de lanchonetes McDonald’s, devido à utilização de temas do filme ‘Rio’ em brinquedos colecionáveis. Lamenta, também, o desrespeito protagonizado pelos conselheiros do Conar, que ironizaram a reclamação, em lugar de avaliá-la com isenção.

“Fica a impressão, pela postura dos conselheiros, que o Conar seja uma fachada para proteger as empresas e evitar consequência mais graves quando ultrapassam os limites de responsabilidade em suas propagandas”, afirma Maria Inês Dolci, coordenadora-institucional da PROTESTE.

Segundo Maria Inês, chamar o Instituto de ‘bruxa Alana’ é uma atitude desrespeitosa e incompatível com os conceitos de autorregulamentação. “Seria fundamental que os responsáveis pelo Conar se desculpassem publicamente por este episódio infeliz, e que efetivamente avaliassem a reclamação do Instituto Alana. Ou se reduzirá a credibilidade do Conselho.”

A coordenadora-institucional da PROTESTE concorda, também, com o argumento do Instituto Alana, de que o McDonald’s infringiu as normas de autorregulamentação publicitária, além de contrariar compromisso anteriormente firmado, ao utilizar temas do filme ‘Rio’ em brinquedos, com o objetivo tácito de ampliar as vendas de seus lanches para as crianças.

Leia a Manifestação do Conar
Denúncia encaminhada pelo Instituto Alana ao CONAR
Manifestação liminar proferida pelo CONAR


Imprimir Enviar a um amigo