Veja todas as publicações da PROTESTE em seu celular ou tablet!

Recall de brinquedo precisa ser imediato
PROTESTE exige ação rápida das autoridades para que não haja acidente de consumo com a linha Bindeez no Brasil.Pais devem tirar produto das crianças.
08 novembro 2007 |

A PROTESTE está notificando o Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial (Inmetro), o Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor (DPDC) e a empresa Long Jump para que seja feito de imediato o recall da linha de brinquedos Bindeez, que apresenta risco de contaminação por substância tóxica que induz a perda de consciência.

Com o brinquedo as crianças montam desenhos colando minúsculas bolinhas coloridas com água. Também foi reiterado ao Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior pedido de maior rigor na fiscalização de brinquedos importados que têm colocado em risco a segurança dos consumidores. Ao Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial (Inmetro), estão sendo pedidos esclarecimentos sobre a sistemática de certificação dos produtos importados e comercializados no Brasil.

É o terceiro recall envolvendo brinquedos perigosos nos últimos três meses, e mais uma vez, o brinquedo é de origem chinesa e tem certificação do Inmetro. A saúde das crianças corre perigo e ainda não se tem o mapeamento do mercado. A linha de produtos está em oferta nas grandes redes.

A orientação é para que os pais retirem de imediato o brinquedo das crianças porque um componente das bolinhas quando misturado com água se engolido se transformam em uma substância similar ao GHB (ácido gama-hidroxibutírico), droga conhecida como “ecstasy líquido”, usada no golpe "boa noite, Cinderela". O produto a venda no Brasil já foi alvo de recall na Austrália, EUA e Canadá.

A PROTESTE exige medidas das autoridades brasileiras porque as crianças não podem ficar a mercê de produtos com substâncias tóxicas, tinta tóxica (à base de chumbo) e nem de imãs que se possam se desprender, como anteriormente nos casos dos brinquedos da Mattel e da Gulliver.

No ofício enviado pela PROTESTE estão sendo solicitadas informações sobre as medidas adotadas para garantir que os brinquedos importados sejam seguros. E como serão acompanhados os recalls realizados no exterior para garantir que de imediato sejam feitos também no Brasil , no caso de produtos vendidos no mercado interno. E como é feito o acompanhamento da venda de brinquedos importados, principalmente os produzidos na China, para garantir a qualidade.

Leia também

Mais-barato-PROTESTE2
remédios
comida
apple

Deixe seu comentário()

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.