Notícia

Rexona Naturals: não é o que parece

15 janeiro 2010

15 janeiro 2010

Propaganda diz que produto oferece proteção natural diferenciada, mas ele é semelhante aos outros desodorantes.

O desodorante antitranspirante Rexona Women Naturals Bioprotection, nas versões Balance e Organics, não oferece proteção natural, já que há muitos compostos sintéticos em sua fórmula. Lançado recentemente, com preço de referência de R$ 7,90, a propaganda dele diz que há “tecnologia Bioprotection e óleo de semente de girassol, que atuam em sincronia com a resposta natural do organismo quando ele transpira, resultando em um processo natural de proteção”.

 Não há diferença significativa em relação a outros desodorantes

Nossa avaliação mostra que não é bem assim. Verificamos os rótulos dos produtos Bioprotection em comparação a um que não conta com essa tecnologia (Rexona Women Bamboo) e vimos que a diferença na composição desses produtos está em substâncias as quais a maioria não é natural, como o PPG 14 Butiléter e o C12-15 Alquil Benzoato e que o principal ativo de proteção é o mesmo dos outros, o Aluminum Chlorohidrate.

Ou seja, a proteção não é natural e ilude quem adquire o produto para esse fim.

 A maioria dos desodorantes já tem componentes naturais

As substâncias naturais estão presentes tanto nos desodorantes quem contam com a nova tecnologia “Bioprotection” como naqueles mais antigos. No entanto, nem sempre esses produtos naturais são a solução dos problemas mais comuns em relação aos antitranspirantes.

 Pode usar, mas não se engane pela propaganda

Se você procura por uma nova linha de antitranspirante aerosol, com fragrâncias diferentes e uma composição que seja mais adequada ao seu organismo, não há, em princípio, problemas no uso dos produtos da linha “Naturals Bioprotection”. Mas confira o rótulo e não se iluda com a propaganda de que haverá um processo natural de proteção e que, dessa forma, você está alcançando hábitos mais saudáveis.


Imprimir Enviar a um amigo