Notícia

As roupas devem caber no orçamento

05 maio 2010

05 maio 2010

Os noivos podem optar por comprar, alugar ou mandar fazer as roupas para o casamento.

Trajes do Noivo e da Noiva

Existem basicamente três formas de adquirir o traje: comprá-lo pronto em uma loja especializada, mandar fazê-lo em uma costureira ou alfaiate especializado e alugar, sendo que os noivos podem optar ou pelo primeiro aluguel, ou seja, o traje é confeccionado de acordo com as escolhas e gostos do casal, o qual será o primeiro a usar esses trajes, porém depois da cerimônia eles deves ser devolvidos para a loja, ou pelo aluguel comum.

Aluguel X compra do vestido

O aluguel costuma ser mais barato do que a compra. Mas o vestido pode não ser exatamente o que a noiva quer e, além disso, ela não poderá ficar com a peça para o resto da vida.

É comum que as lojas de aluguel façam um pacote mais barato conforme a quantidade de roupas alugadas. Por isso, os noivos podem indicar aos padrinhos, às madrinhas e às crianças que participarão do evento o aluguel dos seus trajes no mesmo local.

Ao comprar o vestido já pronto a noiva poderá escolhê-lo e prová-lo e ter a certeza de que é aquele modelo que ela quer e o mesmo vale para o noivo.

Já a opção pela confecção dos trajes é talvez a escolha mais cara, mas pode ser a que mais satisfaça as expectativas da noiva.

Vestido deve entrar na noiva e no orçamento

Tanto para escolher os trajes como as demais peças, como véu, grinalda, tiara, casquete, arranjo de cabelo, chapéu, jóias, luvas, buquê, sapatos e lingerie – para usar com o vestido e para noite de núpcias – os noivos visitem a maior quantidade de lojas e fornecedores possíveis, sempre pedindo para experimentar, para pesquisar preço e qualidade.

É fundamental também que:

  • Tudo o que for combinado conste nos contratos, sem nenhum acordo verbal.
  • Todas as peças sejam conferidas no momento da retirada e da devolução, no caso de aluguel.
  • Que se peça indicação de profissionais para amigos e conhecidos

Imprimir Enviar a um amigo