Veja todas as publicações da PROTESTE em seu celular ou tablet!

Cartilha orienta sobre direitos na Copa de 2014
O objetivo da cartilha é abordar informações práticas e úteis relacionadas à aquisição de produtos ou contratação de serviços durante a Copa do Mundo de 2014. Saiba aqui onde recorrer em caso de necessidade e como defender seus direitos. Acesse o link e baixe a cartilha:
19 agosto 2013 |
No período em que a Federação Internacional de Futebol (Fifa) inicia pela Internet a venda de ingressos para a Copa 2014, a PROTESTE Associação de Consumidores e a Associação Brasileira de Ouvidores e Ombudsman (ABO) lançam uma cartilha virtual para orientar os torcedores. 

Atentas à complexidade das relações de consumo que serão estabelecidas durante a Copa 2014, as entidades querem dar informações práticas e úteis, relacionadas à aquisição de produtos ou contratação de serviços. Na cartilha são informados os direitos dos consumidores nos vários segmentos do mercado, e são dadas importantes dicas de consumo. 

A partir de 12 de junho do próximo ano, quando iniciam os jogos, o País receberá em torno de 600 mil turistas estrangeiros, e três milhões de brasileiros se deslocarão entre as 12 cidades-sede e demais polos turísticos do Brasil. Para quem virá de fora, a cartilha apresenta um pouco da cultura local, na seção Brasil de A a Z. O material será traduzido para orientar os turistas do exterior. 

Entre os tópicos abordados estão os direitos básicos do consumidor, alimentação, aluguel de veículos, bancos, câmbio, cartão de crédito, hospedagem, ingressos, passagem aérea, passaporte, saúde, segurança, telefonia móvel, transportes e a quem recorrer em casos de problemas .

Baixe aqui a Cartilha da Copa: www.proteste.org.br/cartilhas

Acesse o link e baixe a cartilha sobre a Copa de 2014.
 

Baixe agora!

Leia também

lexotan
apple
produto-mostruario

Deixe seu comentário()

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.