Notícia

Casamento: do convite a lua de mel

25 abril 2010

25 abril 2010

A PROTESTE mostra a você como não fazer do sonho romântico um pesadelo burocrático.

A decisão de casar e fazer uma festa para comemorar esta ocasião tão especial requer um planejamento muito bem feito, pois qualquer falha pode acarretar decepção aos noivos transformando a noite de sonho em pesadelo.

Para ajudar a organizar os gastos e serviços a serem contratados a PROTESTE elaborou este Guia. Prepare-se para dedicar tempo, concentração e dinheiro para que a celebração do matrimônio seja muito especial e inesquecível.

O início da vida de casado não pode ser com dívidas, por isso, o primeiro passo é estabelecer os gastos com os preparativos de acordo com o seu orçamento. Hoje o mercado oferece até consórcio para ajudar a parcelar a festa. Mas o melhor mesmo é pode contar com as economias feitas.

Maio já não é tão concorrido

Saiba que apesar de considerado o mês das Noivas, Maio já não é o período em que se concentra o maior volume de casamentos. A data preferencial agora é dezembro por conta do 13º salário, que ajuda a reforçar as finanças. Ao escolher o mês leve em conta que quanto mais concorrido mais difícil para negociar descontos, e se cobra mais pelos serviços por causa do aumento da demanda.

Para que no dia do casamento tudo saia como esperado  e haja apenas motivos para festejar veja os cuidados com a reserva e contratação do templo religioso, do cartório, da festa, convites, música, filmagem, trajes, lista de presentes e lua de mel.


Imprimir Enviar a um amigo