Mais Barato PROTESTE: Utilize nosso plugin e garanta os menores preços, nas melhores lojas!

Evite problemas com agência de empregos
Tome alguns cuidados antes de contratar uma empresa de recolocação profissional. Isso  evitará frustrações e dor de cabeça.
22 novembro 2012 |

As reclamações de consumidores que contratam agências de emprego tornaram-se mais comuns. São profissionais que pagam para que consultores especializados encontrem uma oportunidade de trabalho, mas, muitas vezes, acabam só tendo dor de cabeça. E o pior: seguem sem um emprego que tanto desejam.
Entre as queixas mais comuns estão descumprimento do contrato e má prestação de serviços. Além disso, não é raro ouvir notícias sobre golpes, em que vagas falsas são anunciadas para atrair novos “clientes”.

Essas empresas funcionam como “buscadoras” de empregos, além de preparar o currículo e incluir o candidato em processos seletivos. Logo, o contrato e os serviços ofertados configuram uma relação de consumo, que deve obedecer ao Código de Defesa do Consumidor (CDC). Existem também os portais de emprego, em que toda a consultoria é feita pela Internet. Alguns cobram das empresas por seus serviços e outros, dos candidatos.

Desconfie de “emprego certo”

Há muitas empresas idôneas no mercado, mas que acabam tendo sua imagem prejudicada por outras, que prestam um serviço ruim ou agem de má-fé. Em primeiro lugar, desconfie de uma agência que lhe garante “emprego certo” e que cobra taxas para facilitar sua participação em processos seletivos.

Por isso, a leitura atenta do contrato é tão importante. O documento deve especificar todas as atividades que serão desempenhadas pela empresa, assim como os valores que serão cobrados por elas. Se desconfiar de qualquer cláusula, não o assine.

Leia também

minimo-cartao
Bandeja de carne
onix

Deixe seu comentário()

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.