Veja todas as publicações da PROTESTE em seu celular ou tablet!

FGTS: contas inativas serão liberadas em março
Governo federal divulga calendário de saques, cujo critério será a data de aniversário dos trabalhadores. Mas atenção: só vale para quem pediu demissão ou foi dispensado por justa causa até 31 de dezembro de 2015
14 fevereiro 2017 |
Como dinheiro extra sempre cai bem, está aqui uma boa notícia: a partir do dia 10 de março, as contas inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) ficam liberadas para saque. De acordo com o governo federal, mais da metade dos trabalhadores tem R$ 500, no máximo para sacar, 24%, de R$ 500 a R$ 1.500, e o restante, valores superiores. Mas quem quiser ter acesso ao dinheiro terá de obedecer ao calendário, montado a partir das datas de nascimento de cada um. Confira:
 
Março
Saques liberados para aniversariantes de janeiro e fevereiro.
Abril
Saques liberados para aniversariantes de março, abril e maio.
Maio
Saques liberados para aniversariantes de junho, julho e agosto.
Junho
Saques liberados para aniversariantes de setembro, outubro e novembro.
Julho
Saques liberados para aniversariantes de dezembro. 
 
Tem dúvidas sobre o FGTS? Entre em contato com a PROTESTE pelo (21) 3906-3980 para que possamos ajudar. 
 
 
Homem no computador
 
Quem pode sacar?
As contas inativas do FGTS estarão liberadas apenas para os trabalhadores que pediram demissão ou foram dispensados por justa causa até 31 de dezembro de 2015. Não haverá limite de saque nem de número de contas – no caso de existir várias, você poderá retirar o dinheiro de todas. 
 
Para conferir se você possui ou não alguma conta inativa, basta ir a qualquer agência da Caixa Econômica ou consultar o saldo pelo site da instituição ou pelo site do FGTS. Ainda pode usar os seus aplicativos para smartphones e tablets (com versão para Android, iOS e Windows). É preciso informar o NIS (PIS/Pasep), que pode ser consultado na carteira de trabalho, e usar uma senha cadastrada pelo próprio trabalhador. E mais: título de eleitor, nomes do pai e da mãe, data de nascimento, município de nascimento, CPF e carteira de identidade.
 
Cuidado com sites falsos
Se optar pelos meios digitais para obter o saldo do FGTS, certifique-se de que está realmente no site da Caixa. Segundo a instituição, muitas páginas estão sendo desenvolvidas e colocadas no ar com o objetivo de capturar os dados das pessoas para cometer fraudes ou vender o domínio das informações. Só para se ter uma ideia, o banco já identificou mais de uma centena de perfis falsos. 
 
Gostou deste conteúdo? CADASTRE-SE agora e receba gratuitamente informações da PROTESTE! Se você é associado e precisa de ajuda, ligue para nosso Serviço de Defesa do Consumidor pelo 0800 282 2204 (de telefone fixo) ou (21) 3906-3900 (de celular).

Leia também

minimo-cartao
economizar
onix
preco-galaxy-s7

Deixe seu comentário()

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.