Notícia

Água em São Paulo está própria para consumo

14 agosto 2014

14 agosto 2014

Pode consumir sem risco: testamos a água distribuída a partir do volume morto e constatamos que o produto não oferece risco para você.

A PROTESTE testou e constatou que o paulistano não precisa trocar a água da torneira por galão para beber, por conta da boa qualidade do produto advindo do volume morto, que está sendo usado para abastecer nove milhões de pessoas na região da Grande São Paulo. Este fato ocorre por conta da escassez de chuva na região e dos níveis reduzidos dos reservatórios.

A água estava própria para consumo, nos dias 2 e 3 de julho, quando a coleta foi feita por um técnico responsável nas residências localizadas em cinco regiões da Capital. Mas a PROTESTE alerta tratar-se de um cenário e os resultados refletem a qualidade da água apenas no período em que as amostras foram coletadas e as análises realizadas.

As análises laboratoriais mostraram que os índices de metais na água estavam em conformidade com os parâmetros de qualidade exigidos pelo Ministério da Saúde.

Do ponto de vista microbiológico, as avaliações comprovaram que não havia coliformes em quantidades acima das permitidas pela legislação em vigor. Ou seja, não há motivo para a população se preocupar com a qualidade da água, que se mostrou própria para consumo.

As coletas foram feitas em residências de associados da PROTESTE, nos bairros do Belém, Perdizes, Vila Mariana, Santana e Brás. Nas cinco amostras coletadas não foi encontrado nenhum indicador de má qualidade.

Para avaliar a água foram pesquisados:

  • Coliformes totais;
  • Coliformes termotolerantes; 
  • E. coli;
  • PH (a 25°C);
  • Amônia; 
  • Alumínio; 
  • Cloreto; 
  • Dureza; 
  • Etilbenzeno; 
  • Ferro; 
  • Gosto; 
  • Manganês;
  • Monoclorobenzeno;
  • Odor; 
  • Sódio;
  • Sólidos dissolvidos totais; 
  • Sulfato; 
  • Sulfeto; 
  • Surfactantes; 
  • Tolueno; 
  • Turbidez; 
  • Zinco;
  • Xilenos;
  • Cloro livre;
  • Dibromofluorometano; 
  • P-Bromofluorbenzeno; 
  • Itrio (metais dissolvidos); 
  • Itrio (Metais Totais); 
  • Antimônio; 
  • Arsênio; 
  • Bário; 
  • Cadmio; 
  • Chumbo; 
  • Cobre; 
  • Cromo;
  • Mercúrio; 
  • Níquel;
  • Selênio;
  • Urânio.

Fique atento a sua conta de água

Na prestação de serviços de fornecimento de água é assegurado ao consumidor receber nas contas mensais as seguintes informações sobre a qualidade da água:

  • Divulgação dos locais, formas de acesso e contatos por meio dos quais as informações estarão disponíveis;
  • Orientação sobre os cuidados necessários em situações de risco à saúde;
  • Resumo mensal dos resultados das análises referentes aos parâmetros básicos de qualidade da água;
  • Características e problemas do manancial que causem riscos à saúde e alerta sobre os possíveis danos a que estão sujeitos os consumidores, especialmente crianças, idosos e pacientes de hemodiálise, orientando sobre as precauções e medidas corretivas necessárias.

Imprimir Enviar a um amigo